Publicidade
Esportes
Craque

SSP/AM define regras para uso de explosivos e fogos de artifícios

Uma comissão já está formada para elaboração das normas que serão aplicadas em eventos como Copa do Mundo e festivais folclóricos de Parintins, Itacoatiara e Manacapuru 24/03/2012 às 15:46
Show 1
O objetivo é integrar todos os órgãos para a garantia da segurança da população nos eventos que envolvem grande movimentação de público
acritica.com Manaus

O uso, venda e fiscalização de fogos de artíficio e similares em grandes eventos vão ser disciplinados por uma portaria da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e órgãos que compõem o Gabinete de Gestão Integrada (GGI).

O assunto ficou definido em reunião na manhã desta sexta-feira (23) entre órgãos do Estado, federais e municipais. Uma comissão já está formada para elaboração das normas que serão aplicadas em eventos como Copa do Mundo e festivais folclóricos de Parintins, Itacoatiara e Manacapuru.

De acordo com o presidente da comissão e secretário do GGI, delegado Frederico Mendes, o objetivo é integrar todos os órgãos para a garantia da segurança da população nos eventos que envolvem grande movimentação de público.

"O uso de fogos de artíficio é sempre um risco para o cidadão e para quem detona esses artefatos. Essa é uma questão que o GGI todos os anos se defronta nos grandes festivais, e daí a preocupação da SSP em agir de forma preventiva", disse.

Outra preocupação da comissão é com os recentes casos de explosivos artesanais ocorridos em Manaus, como o caso recente na Escola Estadual Antônio Encarnação Filho, na Zona Oeste. A Polícia Militar foi acionada por uma denúncia ao Disque 190 do Centro Integrado de Operações (Ciops) e conseguiu detonar uma bomba caseira que foi deixada em uma lixeira dentro da sala de aula.

"São para situações assim que essa norma vai servir. Por isso, a SSP está em parceria com vários instituições a fim de encontrar um mecanismo eficiente para o controle desse material, que muitas vezes é adquirido com muita facilidade no comércio", afirmou o secretário de Segurança Pública, coronel PM Paulo Roberto Vital.

Além das polícias Militar e Civil, do Corpo de Bombeiros, participaram da reunião no GGI o Exército, Polícia Federal, Ministério Público, as secretarias estadual de Saúde (Susam) e municipal de Economia e Finanças (Semef) e o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). A próxima reunião da comissão ocorre nos próximos dias, quando serão convidados mais órgãos, segundo o delegado Frederico Mendes.