Publicidade
Esportes
Craque

Taxista morre após levar seis tiros na Zona Leste de Manaus

O crime aconteceu na tarde desta terça-feira (3), depois que dois homens roubaram o táxi da vítima e o colocaram no porta-malas do veículo. Em um momento, o porta-malas abriu e o taxista se jogou a rua, mas os dois homens saíram do carro e efetuaram seis disparos contra a vítima, que morreu na hora 03/01/2012 às 21:13
Show 1
Marcelo Rodrigues Machado, 24, morreu após levar seis tiros na Zona Leste de Manaus
Evelyn Souza e Milton Oliveira Manaus

Um adolescente de 17 anos e Renato Oliveira, 23, foram presos suspeitos de matar o taxista Marcelo Rodrigues Machado, 24, na tarde desta terça-feira (3), no Distrito Industrial II, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o Sargento Eulo, o adolescente e Renato teriam roubado o táxi de Marcelo e teriam ainda colocado a vítima dentro do porta-malas do veículo e ficaram rodando com ele. No momento em que os suspeitos passavam em uma rua do Distrito Industrial II, o porta-malas se abriu por conta da enorme quantidade de buracos e Marcelo conseguiu se jogar para fora do carro caindo na rua.

Os suspeitos perceberam a situação e saíram do carro efetuando seis disparos contra Marcelo, que morreu na hora.

Após matar o taxista, o adolescente e Renato fugiram em direção ao bairro Grande Vitória, Zona Leste. Ao passar por uma rua próxima da pista da raquete, uma viatura da Força Tática Leste avistou o veículo suspeito e fez a abordagem.

Os dois suspeitos estavam sem camisa dentro do carro, mas os policiais não encontraram nada que os comprometessem e os mandou seguir. Porém populares começaram a gritar dizendo que os mesmo haviam matado um homem pela área.

Policiais da Força Tática Leste junto com outros da 14º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), seguiram atrás dos suspeitos, fazendo a prisão dos mesmos na rua Lábrea, em frente ao mercado Baratão da Carne, no Grande Vitória, Zona Leste, informou o Sargento Eulo.

O corpo de Marcelo foi recolhido e encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Os suspeitos foram encaminhados para da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).