Publicidade
Esportes
PAROU!

TDJ aceita denúncia contra o 3B e paralisa o Barezão Feminino

Com a decisão, as semifinais do Campeonato Amazonense de Futebol Feminino estão suspensas 19/10/2017 às 16:32 - Atualizado em 20/10/2017 às 08:58
Show show show 61e7fa5d 59d7 4e2d a2ac 9bb372e6582b
Bosco Brasil voltará ao banco dos réus do TJD (Foto: Lisandro Windson/FAF)
acritica.com Manaus (AM)

Como o CRAQUE antecedeu na edição de terça-feira (17), o Tribunal de Justiça Desportiva do Amazonas (TJD/AM) decidiu nesta quinta-feira (19) pela paralisação do Campeonato Amazonense Feminino de futebol. O torneio, que está na fase semifinal, só deve ser retomado após o julgamento do processo em que o Penarol acusa o 3B de escalação irregular de atletas.

A confirmação da suspensão das semifinais ocorreu no início desta tarde e foi proferida pelo presidente da Primeira Comissão Disciplinar do TJD, João Paulo Monteiro, que aceitou denúncia contra o time do 3B. Assim, as partidas entre 3B x São Raimundo e Penarol x Iranduba, que estavam marcadas para o sábado (21), só poderão ser disputadas depois da decisão do julgamento, que deve ocorrer na próxima segunda-feira (23).

‘Descascando o abacaxi’

A diretoria do Penarol entrou com notícia de infração contra o 3B na última terça-feira acusando a equipe caçula do futebol local por escalação indevida das jogadoras Rilany e Thaisa Moreno. A Procuradoria do TJD, na pessoa do Dr Bruno Glória, aceitou a denúncia e a ofereceu a 1ª Comissão, que jugará o processo.

Na denúncia, a Procuradoria do Tribunal aponta que o presidente do 3B, João Bosco Brasil Bindá, estava cumprindo suspensão desde o dia 3 de outubro - pela famosa "Guerra do Abacaxi" - e não poderia assinar os contratos das atletas, que só apareceram no BID da CBF no dia 9 de outubro.

Com isso, ambas as atletas do 3B estariam irregulares e o clube pode ser penalizado com a perda de até 6 pontos. Caso o time de Bosco Brasil seja condenado, a configuração das semifinais mudaria. O Iranduba terminaria a fase de classificação do campeonato como líder e enfrentaria o São Raimundo nas semifinais. 

Da mesma forma, o adversário do 3B deixaria de ser o Tufão da Coilina e passaria a ser o Penarol. Sendo que a vantagem de dois empates passaria a ser do clube de Itacoatiara.

O presidente da 1ª Comissão, João Paulo Monteiro, nomeou o Dr Márcio Greyk com o relator do processo. Vale ressaltar que o julgamento acontecerá em primeira instância e qualquer decisão ainda caberá recurso no Pleno do TJD.