Publicidade
Esportes
Craque

Técnico do Princesa descarta dois jogadores para elenco da Série D do Campeonato Brasileiro

Após o coletivo desta quarta-feira (20) o treinador do Princesa do Solimões, Charles Guerreiro, pediu a dispensa dos meias Flamel e Loirinho 21/08/2014 às 10:06
Show 1
Treinador Charles Guerreiro continua prestigiado pela diretoria do Princesa
AUGUSTO COSTA ---

A pedido do técnico do Princesa do Solimões, Charles Guerreiro, logo depois do coletivo de ontem, contra o time sub-20 do Tarumã, no estádio da Colina, os meias Flamel e Lourinho foram dispensados e não fazem mais parte do elenco do Tubarão na Série D do Campeonato Brasileiro. Guerreiro alegou que o jogador Flamel estaria com problemas particulares e por isso estava deixando o clube.

A chegada do meia Fininho, que vem se destacando nos treinamentos, pode ter contribuindo para a decisão do treinador.

“Gostei do Fininho na segunda etapa do treinamento e ele pode começar jogando contra o São Raimundo-RR. Conversei com o diretor de futebol Rone Brabosa. O Flamel está com problemas particulares e deve ir embora depois de acertar a sua situação com o clube e dificilmente estará com a gente no sábado”, disse o técnico.

O meia atacante Flamel ficou surpreso ao ser questionado pela reportagem que estaria deixando o clube. “Eu não cometi nenhum ato indisciplinar e não estou sabendo de nada. Infelizmente não posso falar. Depois que a diretoria conversar comigo vou dizer o que aconteceu. Passei algumas situações particulares para a diretoria e precisamos conversar para acertar alguns detalhes. Ninguém conversou comigo pra gente saber o que aconteceu. Vou aguardar o posicionamento da diretoria”, disse, desapontado, o jogador que não demonstrou interesse de deixar o clube.

Confirma dispensa

O diretor de futebol do Princesa, Rone Barbosa, confirmou a dispensa dos jogadores Flamel e Lourinho logo depois do treino desta quarta. “A decisão foi tomada agora depois do treino e infelizmente vamos ter que dispensar hoje (ontem) o Flamel e o Lourinho que vão retornar às suas cidades. O técnico Charles Guerreiro viu que eles não vão ser utilizados mais nos jogos do Brasileiro e, por isso, não há mais necessidade deles estarem aqui. O treinador pediu a dispensa desses atletas depois do treino”, confirmou Barbosa.