Publicidade
Esportes
Craque

Técnico do Princesa descarta favoritismo do Nacional e 'rasga seda' para São Raimundo

"Se não for a melhor equipe da competição, está quase", disse Zé Marco sobre o Tufão, que ao mesmo tempo descartou o favoritismo do rival Nacional, que segue 100% na competição da qual é o maior vencedor 22/04/2015 às 17:46
Show 1
Os dois times fizeram final do Amazonense em 2013 e 2014; hoje são líder e vice-líder da competição
Felipe de Paula Manaus (AM)

Com o Rio Negro em baixa no futebol amazonense, o Princesa do Solimões tem se tornado o grande rival do Nacional, clube que detém o maior número de títulos amazonenses e que dispara na liderança do Estadual em 2015 com 100% de aproveitamento em 10 jogos.

O clube do Manacapuru, que conquistou seu primeiro título amazonense em 2013 justamente contra o Leão, com o qual, no ano seguinte protagonizou uma das mais emblemáticas finais de Campeonato Amazonense, neste ano também se coloca como possível concorrente ao título.

Com 20 pontos na tabela, o Princesa está distante do rival, mas para o técnico Zé Marco, essa diferença deve se nivelar quando os times passaram à fase decisiva da competição, quando apenas quatro times disputarão o almejado troféu de campeão amazonense.

Questionado se o Nacional, pela campanha que tem na temporada, pode ser considerado favorito na competição, Zé Marco mostrou que a rivalidade entre os dois times tem se acentuado a cada partida.

“Eu diria que eles (Nacional) deixaram muito bem encaminhada a classificação, mas favorito? Não! A partir do momento que forem definidos os quatro (finalistas), é uma nova competição”, disse o treinador do Tubarão.

No único confronto entre as duas equipes até agora no Barezão 2015, quem levou a melhor foi o Leão da Vila, saindo com a vitória pelo magro placar de 1 a 0, numa partida marcada pela tensão não só entre jogadores, mas também comissão técnica e torcida.

O Princesa tem compromisso marcado com o São Raimundo no próximo sábado (25), às 15h, na Colina, e tenta emplacar sua terceira vitória consecutiva justamente depois da derrota para o Nacional.

Longe de ter a mesma rivalidade com o Tufão da Colina, Zé Marco elogiou o time comandado pelo técnico Eduardo Clara. “De todas as equipes que enfrentamos, se não for a melhor, está quase. Uma das principais equipes da competição”, disse o treinador.