Publicidade
Esportes
Craque

Times brilhantes no 1º turno decepcionam no returno do Amazonense

Apesar de ter sido disputada apenas três rodadas, a torcida já está preocupada com o destino dos seus times 30/03/2012 às 09:52
Show 1
Equipes que brilharam muito no primeiro turno, como o Penarol, agora estão decepcionando o torcedor no returno
Ivana Vitória Ribeiro Manaus

Nada como um Estadual dividido em dois turnos para mostrar as mudanças das equipes. Clubes que estavam na parte de cima da tabela no primeiro turno não têm tantos motivos para comemorar. Apesar de ter sido disputada apenas três rodadas, a torcida já está preocupada com o destino dos seus times.

Sempre com pinta de campeão no torneio regional, o Fast começou muito bem o primeiro turno e chegou à semifinal. E com três jogos realizados, o Rolo Compressor está na quinta posição com quatro pontos. Para o técnico Paulo Morgado, essa queda de rendimento reflete no equilíbrio dos adversários.

 “Todas as equipes estão niveladas. Acredito que os semifinalistas serão decididos apenas na última rodada”, disse.

No primeiro turno, o grande problema  do Fast foi no quesito finalização. “Vamos mudar o sistema de jogo para ver se facilita um pouco”, afirma.

 No próximo jogo contra o Princesa, em Manacapuru, o treinador disse que o importante é não perder os times que estão a frente de vista.

Pensamento longe?
Com uma campanha surpreendente na Copa do Brasil após ter passado para a segunda fase da competição, o Penarol parece viver um dos seus maiores pesadelos. Lanterna do Amazonense, o Leão vem colocando um grande ponto de interrogação na cabeça do seu torcedor.

Mesmo não chegando a final do primeiro turno, o clube terminou a fase invicto. Apenas no início do segundo turno, o time de Itacoatiara teve o seu primeiro tropeço contra o Fast.

O objetivo agora é não parar o trabalho para tentar consertar os erros que vem surgindo na equipe. “A gente tem que continuar trabalhando para não continuarmos com essa alternância de bons momentos durante a partida”, disse o atacante Marinho. O jogador acredita que o desgaste do elenco vem sendo um dos fatores para o baixo rendimento, mas garante que o Penarol não está com a cabeça só na Copa do Brasil. “Domingo vamos tentar reverter a nossa situação”, afirma.