Publicidade
Esportes
Craque

Tricampeão de Xadrez do AM se prepara para o Brasileiro sub-12

Lorensen Willer é estudante de escola pública estadual vem fazendo a diferença com muita estratégia 06/04/2012 às 13:42
Show 1
Experiente e campeão no Estado, Lorensen Willer já ensina o jogo para os colegas da escola
Catiane Moura Manaus

Um garoto tímido que se transforma da “água para o vinho” quando assunto é xadrez. Este é Lorensen Willer, 12, tricampeão amazonense da modalidade e “Atleta Nota 10” do Esporte do MANAUS HOJE.

O curumim vem ganhando tudo em sua categoria na cidade e já projeta novas conquistas este ano, como no Brasileiro Sub-12.

 “Estou muito confiante, treinando bastante, e pretendo ganhar o primeiro lugar”, disse o atleta, que além de treinar em casa, também recebe apoio da Escola Estadual de Tempo Integral Djalma Batista, onde cursa o 7° ano.

A paixão pelo jogo começou como uma brincadeira. Hoje, “faz a cabeça” do enxadrista, gerando benefícios pedagógicos.

 “Quando você erra, no caso, perde, quer entender o porquê, e depois encontrar uma forma de não cometer o mesmo erro. É necessário raciocínio rápido, estratégia, tática e inteligência. Isto também serve para a vida real”, revelou o estudante, que pretende se formar em Psicologia.

DNA de campeão

O contato de Lorensen com o esporte aconteceu há quatro anos. Seu irmão, Lucas Smith, de 13 anos, também é enxadrista e já participou de várias competições.  “Meu irmão mais velho (de 15 anos)  foi quem levou o xadrez para dentro da nossa casa. A partir daí, eu e o Lucas começamos a jogar. Gostamos tanto que praticamos até hoje”, contou Lorensen.

Lucas destacou que ele e Lourensen treinam diariamente, e já viraram noites e noites se preparando para torneios. “Treinamos muito.  Meu irmão é mais dedicado do que eu. Não é à toa que ele é o melhor do Amazonas na sua categoria”, elogiou Lucas.

Diretor é só elogios
Para Orlando Maia, gestor da escola onde os dois irmãos estudam, não é apenas no jogo que a dupla “manda bem”. “Eles são exemplos de alunos. Além do talento com o xadrez, são excelentes estudantes, dedicados e com boas notas. Eles sabem diferenciar a hora de estudar e de treinar aqui dentro”.

Orlando incentiva o esporte na escola.  “Temos um grupo de 25 alunos que treina xadrez com o professor Jorge Lelis. Lorensen e Lucas atuam como instrutores”.