Publicidade
Esportes
#PartiuBuenosAires

Trio amazonense segue para Campeonato Pan-Americano de Karatê, na Argentina

Com expectativas de pódio, o time do Amazonas formado por Gabriel Marques, 15, Ryan Christian, 15, e Nathalia Christine, 13, disputa competição que acontece em Buenos Aires 21/08/2017 às 13:25 - Atualizado em 21/08/2017 às 13:32
Show k
Equipe de judocas do Amazonas representará o judô Baré na Argentina (Foto: Mauro Neto)
ACritica.com* Manaus (AM)

Três amazonenses disputam durante esta semana (21 a 27 de agosto) o Campeonato Pan-Americano de Karatê, que acontece em Buenos Aires, na Argentina. A delegação, que embarcou na madrugada desta segunda-feira (21), é formada por Gabriel Marques, 15, Ryan Christian, 15, e Nathalia Christine, 13, A equipe está acompanhada do técnico Washigton Melo.

Gabriel disputará a categoria Cadete pelo Kumite e conseguiu a classificação para o Pan depois de conquistar a medalha de ouro no Brasileiro, realizado em Manaus no mês de julho. Essa foi a primeira convocação do jovem para integrar o time nacional. O atleta iniciou na modalidade há seis anos e acredita que sua estreia será de conquistas.

“Hoje em dia não consigo viver sem o Karatê e nem quero. Meus treinos, minhas competições, são tudo na minha vida e fiquei muito emocionado com a minha classificação para a seleção, pois será a minha estreia na delegação brasileira. Vou aproveitar cada segundo e por isso treinei quase oito horas por dia para a competição e acredito que vou conquistar um resultado satisfatório para meu País e Estado”, disse Gabriel.

Confirmado desde março para compor a seleção e garantindo vaga para o Pan após se destacar no Sul-Americano dia 29 de junho, pela modalidade Kata, o borbense Ryan Christian contou que intensificou sua preparação para a competição internacional e que desde a última quinta-feira, 17, está na capital baré depois de enfrentar quase 15 horas de barco.

“Eu estou muito animado e feliz com a minha trajetória no esporte. Sou o primeiro amazonense a medalhar num Sul-Americano e agora tenho a chance de ir para o Pan e elevar novamente o nome do meu Estado. Sei que não vai ser fácil a competição, mas para isso treinei muito, a parte técnica e física e vou me esforçar ao máximo”, destacou o jovem.

O borbense Ryan Christian viajou 15 horas de barco para lutar pelo Amazonas (Foto: Mauro Neto/Sejel))

Somando cinco anos de carreira, Nathalia foi a primeira carateca do Amazonas a entrar na Seleção Brasileira e, agora, repete o feito. No Brasileiro, a jovem foi primeiro lugar no Kata (Sub-14/ Faixa Roxa a Preta) e sabe da responsabilidade que carrega, sendo a única representante da classe feminina no Pan.

“Fui a primeira carateca a integrar a seleção e, desta vez, sou a única dos três que pode trazer este título representando a força das mulheres no esporte. Apesar da pouca idade, sei que carrego comigo uma tarefa árdua, mas que levo com muito compromisso. Por isso, vou tecnicamente e psicologicamente bem, e não vou deixar a pressão me afetar”, disse ela.

Para Washigton Melo, o karatê no Amazonas vem crescendo e a tendência é que cada vez mais os resultados aprimorem. “Estamos numa crescente, onde o Amazonas não somente tem se destacado em receber grandes eventos da modalidade, como foi o caso do Brasileiro em novo formato, que reuniu mais de 600 atletas; como tambem em questão de resultados. Emplacar três atletas na seleção já é uma vitória e os resultados virão, tenho certeza. Agradeço ao Governo do Amazonas pelo incentivo, que tem sido essencial para nossa evolução”, frisou o técnico do time amazonense que e para a competição recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

*Com informações da assessoria