Publicidade
Esportes
Craque

Valor de mercado de Adriano cai 95% em seis anos

Desligado do Corinthians, Adriano vale 'apenas' R$ 3,5 milhões. No auge, chegou a valer cerca de R$ 105 milhões 15/03/2012 às 17:35
Show 1
Adriano está desempregado
LANCEPRESS! Rio de Janeiro (RJ)

Desligado do Corinthians após uma passagem pífia - fez dois gols em oito jogos -, o atacante Adriano viu seu valor de mercado cair para o menor índice desde que despontou para o futebol, em 2001, com a camisa do Flamengo. Segundo estudo da Pluri Consultoria, o Imperador atualmente vale 1,5 milhão de euros, cerca de R$ 3,5 milhões.

Nos últimos seis anos, a queda do valor de mercado do Imperador foi de 95%. Seu auge foi em 2006, quando brilhava pela Internazionale, da Itália. Na ocasião, valia 31 milhões de euros - o que, na cotação da época, representava cerca de R$ 105 milhões. Valor trinta vezes superior ao que vale hoje, aos 30 anos de idade.

VALOR DE ADRIANO

(EM MILHÕES)

2001 - Flamengo - € 7

2002 - Parma - € 15

2003 - Inter - € 19

2004 - Inter - € 28

2005 - Inter - € 28

2006 - Inter - € 31

2007 - Inter - € 22

2008 - São Paulo - € 14

2009 - Inter - € 15

2009 - Flamengo - € 11

2010 - Roma - € 9

2011 - Corinthians - € 3

2012 - € 1,5

Por sinal, desde 2006, seu valor de mercado só não caiu de um ano para o outro depois de sua passagem pelo São Paulo. Ele chegou ao Tricolor Paulista em 2008 valendo cerca de 14 milhões de euros (R$ 35 milhões na época) e voltou à Internazionale com o valor estipulado em 15 milhões de euros (R$ 41 milhões).

Se brilhou pela Inter, São Paulo e Flamengo com seus gols, Adriano só rendeu financeiramente bem ao clube rubro-negro, quando foi vendido em 2001 por sete milhões de euros (na época, algo em torno de R$ 14,1 milhões). Apenas três transferências, das dez realizadas em sua carreira, envolveram compra dos direitos econômicos - sendo que o acordo entre Inter e Parma foi de co-propriedade. As demais transferências ou foram por empréstimo, ou sem custo.

INDISCIPLINA PESA

O estudo da Pluri Consultoria explica porque o valor de Adriano caiu tanto. A empresa utiliza como método de avaliação do valor de mercado o "Soccermetric", que leva em conta idade, aspectos físicos e técnicos, experiências internacionais, marketing, entre outros.

Foi justamente nos critérios "disposição", "aspecto disciplinar e espírito de equipe" e "clube em que atua" (já que está sem contrato) que Adriano recebeu a pior avaliação (F). Em "regularidade" e "capacidade de retorno de marketing", Adriano ficou com conceito E. No final, recebeu uma avaliação de 5,11, numa escala que vai de 0 a 10.