Publicidade
Esportes
Craque

Vasco aposta na força do 'caldeirão' de São Januário para vencer na estreia da Libertadores

O primeiro teste será nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), quando o time fará sua estreia na competição, enfrentando o Nacional (URU) 08/02/2012 às 10:19
Show 1
Vasco espera que "caldeirão" de São Januário faça a diferença na Libertadores
Bernardo Gentile/UOL ESPORTES ---

Após onze anos, o Vasco volta a disputar em 2012 a Copa Libertadores da América. Para obter um grande desempenho, a equipe cruzmaltina aposta todas suas fichas em uma bom campanha quando estiver jogando no “caldeirão” de São Januário. O primeiro teste será nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), quando o time fará sua estreia na competição, enfrentando o Nacional (URU).

Em 2011, o Gigante da Colina utilizou da mesma tática e teve um ano bastante favorável, sendo campeão da Copa do Brasil, vice-campeão do Campeonato Brasileiro e eliminado na semifinal da Copa Sul-Americana pela Universidad de Chile (CHI), que conquistou a competição.

Para entender a força do Vasco jogando em sua casa, basta dizer que a equipe perdeu apenas em duas oportunidades durante toda a temporada passada (Resende e Cruzeiro, no Carioca e no Brasileirão, respectivamente).

Quem participou da grande campanha em 2011 foi Diego Souza, que diz acreditar na possibilidade de os adversários jogarem de forma defensiva para tentar neutralizar as investidas vascaínas. Segundo o meia, o Vasco deve mostrar sua força pressionando o oponente desde o início do jogo.

“No ano passado tivemos uma boa regularidade em casa, mas sabemos que os adversários virão jogando fechados e esperando os contra-ataques. Mas somos nós que temos que dar as ordens aqui. Nosso estilo é jogar pressionando sempre”, disse.

Para a partida desta quarta-feira, o técnico Cristóvão Borges terá alguns desfalques para superar. Fagner está suspenso por ter sido expulso na última partida do time na Copa Sul-Americana. Seu substituto natural é Allan, mas o volante sofreu um estiramento na parte posterior da coxa esquerda e também está fora. Neste cenário, a titularidade da lateral direita caiu no colo do jovem Max, de apenas 21 anos.

“O principal para o Max é dar confiança e tirar qualquer peso, pra que ele fique a vontade e jogue como ele treina. É um jogador de muita qualidade e muito futuro. Ele sabe quem tenho confiança no que ele faz. Isso é muito importante”, disse o treinador.

Além dos dois, o comandante também não poderá contar com Eder Luis e Rômulo, que ainda não se recuperaram de uma fratura no pé esquerdo e um edema ósseo no pé direito, respectivamente. Por outro lado, o goleiro Fernando Prass treinou normalmente esta semana e está garantido na meta vascaína.

FICHA TÉCNICA

VASCO X NACIONAL (URU)

 

Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Data-Hora: 08/02/2012 - 22h (horário de verão)

Árbitro: José H. Buitragos (Fifa-COL)

Auxiliar 1: Humberto Clavijo (Fifa-COL)

Auxiliar 2: Wilmar Navarro (Fifa-COL)

 VASCO

Fernando Prass; Max, Dedé, Rodolfo e Thiago Feltri; Eduardo Costa, Nilton, Juninho Pernambucano e Felipe; Diego Souza e Alecsandro.

Técnico: Cristóvão Borges.

 NACIONAL

Leonardo Burián, Cristian Núñez, Andrés Scotti, Alexis Rolín, Diego Placente; Israel Damonte, Facundo Píriz, Maximiliano Calzada, Álvaro Recoba, Vicente Sánchez e Tabaré Viudez.

Técnico: Marcelo Gallardo.