Publicidade
Esportes
Craque

Vasco deixa de ser time caseiro e vê desempenho fora crescer com Cristóvão e Gomes

Em duas partidas fora do Rio, o Gigante da Colina venceu ambas e manteve a série de bons resultados longe de São Januário que acumula desde o ano passado 11/06/2012 às 11:01
Show 1
Vasco vence mais uma e lidera o Brasileiro
Uol/ Esporte ---

O Vasco começou o Campeonato Brasileiro de vento em popa. Além mostrar um bom futebol para vencer o Bahia por 2 a 1 no Pituaçu e manter os 100% de aproveitamento nas quatro primeiras rodadas, o time do técnico Cristóvão Borges dá sinais de que aprendeu que só fazer o dever de casa na competição não basta. Em duas partidas fora do Rio, o Gigante da Colina venceu ambas e manteve a série de bons resultados longe de São Januário que acumula desde o ano passado.

Em 2011, quando foi vice-campeã brasileira, a equipe venceu oito dos 19 jogos que disputou fora de casa. O desempenho foi o mesmo do Corinthians, que se sagrou campeão da competição. Quando conquistou a Copa do Brasil, naquele mesmo ano, o time disputou seis jogos fora e perdeu apenas um.

Esse desempenho é bem diferente daquele que a torcida cruzmaltina acompanhou nos últimos anos. Em 2010, por exemplo, o Vasco de Gaúcho e Celso Roth venceu apenas dois jogos fora do Rio durante todo o Campeonato Brasileiro. O aproveitamento fora de casa era tão baixo que, nas três edições anteriores da competição que disputou (2007, 2008 e 2010) somadas, o time cruzmaltino obteve o mesmo número de triunfos que em toda a era Cristóvão Borges/Ricardo Gomes: dez vitórias.

O novo panorama coincide com um momento no qual o Vasco volta a disputar títulos relevantes. No ano passado, o clube obteve a inédita conquista da Copa do Brasil e encerrou um jejum de oito anos sem títulos. No Campeonato Brasileiro, ainda disputou o caneco com Corinthians até a última rodada e chegou às semifinais da Sul-Americana.

A vitória em cima do Bahia, no Pituaçu, serviu até para o experiente Felipe lembrar da importância dos pontos conquistados fora de casa. Já Carlos Alberto, que também participou do confronto, lembrou que a gordura acumulada neste começo será útil no futuro.

“Os mesmos três pontos que nós conseguimos hoje são os mesmos que vão valer na última rodada. A gente fica muito feliz por ter conquistado mais um objetivo”, ressaltou o jogador.

Se quiser manter os 100% de aproveitamento, o Vasco terá que repetir o bom trabalho em solo adversário. O próximo rival do Gigante da Colina no Campeonato Brasileiro será o Palmeiras. A partida será realizada no próximo domingo, na Arena Barueri. Líderes da competição, os vascaínos têm 12 pontos.