Publicidade
Esportes
Craque

Vasco tenta, mas é derrotado pelo Sport em São Januário

Com o resultado o Cruzmaltino ficou com 50 pontos, permanecendo em sétimo 04/11/2012 às 17:35
Show 1
Juninho jogador do Vasco da Gama
Vasco.com.br ---

Com mudanças no esquema tático e sem Carlos Alberto, que sentiu dores no púbis, o Vascão entrou em campo neste domingo (04), em São Januário, contra o Sport, para manter viva a chance de vaga para a Libertadores 2013. Porém, em campo, o Gigante da Colina não conseguiu superar o rival e acabou perdendo por 3 a 0. Com o resultado o Cruzmaltino ficou com 50 pontos, permanecendo em sétimo. O Vasco volta a campo no próximo domingo (11), quando recebe o Atlético-MG, às 17h, em São Januário.

O jogo

Vasco pressiona, mas Sport abre o placar

O Gigante começou buscando a vitória, mas quem deu o primeiro ataque foi a equipe do Sport, logo no primeiro minuto de jogo, em cobrança de falta, que foi afastada pela zaga cruzmaltina. Em resposta, aos dois minutos, Juninho recebeu pela direita e tocou para Éder Luis que tentou cruzar, mas a bola saiu em tiro de meta. Aos quatro, após cobrança de falta de Juninho, a zaga do Sport afastou e Tenório mandou no travessão, mas o assistente já assinalava o impedimento do Demolidor.

Aos 11, Gilsinho cruzou, a defesa vascaína conseguiu afastar e, no rebote, Hugo arriscou para o gol, mas Douglas conseguiu desviar e mandou para escanteio.  Aos 16, Auremir mandou a bola na área do Sport, mas Diego Ivo afastou. Aos 19, William Matheus cruzou na medida para Alecsandro que ganhou da zaga pelo alto e cabeceou com muito perigo, mas a bola passou perto da trave e saiu em tiro de meta.

O Vasco passou a pressionar em busca do gol. Aos 26, Juninho fez ótimo lançamento para Tenório, mas o zagueiro Aílson conseguiu salvar o Sport.  Aos 31, Auremir tocou para Juninho que foi até a linha de fundo e mandou para Alecsandro que não conseguiu concluir a gol. Aos 39, Hugo puxou o contra-ataque e tocou para Felipe Azevedo, que driblou Fernando Prass e bateu para o gol.

Em resposta, no minuto seguinte, Tenório cabeceou muito forte e Saulo fez brilhante defesa, salvando o Sport. Com dois minutos de acréscimos o árbitro gaúcho, Márcio Chagas da Silva, encerrou a primeira etapa. O jogo começou bastante movimentado, mas sem chances claras de gol. Após o gol do Sport, o Vasco partiu com tudo em busca do empate, mas parou nas defesas do goleiro Saulo.

Vasco tenta, mas Sport amplia

Agora com Felipe, o Vasco iniciou a segunda etapa buscando a recuperação. Aos três, Felipe Azevedo arriscou de longe, mas a bola subiu muito e saiu. Aos oito, Gilberto dominou, em mais um contra-ataque, e tocou para Hugo, que ampliou para o Sport. O Gigante sentiu o segundo gol e passou a tentar se organizar em campo para uma possível reação.

Aos 21, Alecsandro arriscou de fora da área, mas a bola acabou saindo em tiro de meta. Aos 29, mais uma chance vascaína. Wendel recebeu na área do Sport e soltou a bomba, mas Saulo fez mais uma brilhante defesa. O árbitro passou a deixar o jogo rolar, ignorando algumas possíveis faltas, para indignação da torcida e elenco do Vasco.

Aos 38, Pipico fez boa jogada pela direita e tocou para Juninho, que cruzou para Alecsandro. O atacante vascaíno tentou um voleio, mas a bola saiu. Aos 41, em novo contra-ataque, Reinaldo levantou para Henrique fazer o terceiro do Sport. Aos 47, o árbitro encerrou a partida.

Com a derrota, o Vasco permaneceu na sétima colocação, com 50 pontos.

Próximo jogo

O Vasco volta a campo no próximo domingo (11/11), às 17h, onde recebe a equipe do Atlético-MG, em São Januário.

Ficha Técnica
VASCO 0 X 3 SPORT

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 04/11/2012 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Eustaquio Santiago (FIFA/MG) e Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP)
Cartões amarelos: Nilton, Felipe, Douglas e Fellipe Bastos (VASCO)
Gols: Felipe Azevedo, 39/2ºT (0-1); Hugo, 8/2ºT (0-2); Henrique, 41/2ºT (0-3)

VASCO: Fernando Prass, Auremir (Fellipe Bastos, 9/2ºT), Douglas, Renato Silva e William Matheus (Felipe, intervalo); Nilton, Wendel e Juninho; Eder Luis (Pipico, 16/2ºT), Tenorio e Alecsandro. Técnico: Marcelo Oliveira.

SPORT: Saulo; Cicinho (Renato, 32/2ºT), Aílson, Diego Ivo e Reinaldo; Tobi, Rithely e Hugo; Gilsinho, Felipe Azevedo (Henrique, 36/2ºT) e Gilberto (Moacir, 25/2ºT). Técnico: Sérgio Guedes.