Publicidade
Esportes
Banidos

West Ham promete expulsar torcedores que atacaram ônibus do United

Diretoria do clube londrino decidiu que expulsará de forma vitalícia os envolvidos no ataque ao transporte do Manchester United nesta terça-feira (10) 11/05/2016 às 14:10
Show 4b7rscn0e9izelx7by46tm6z4
Ônibus dos Diabos Vermelhos ficou com vidros estilhaçados por garrafas de cerveja (Foto: Reprodução/internet)
Reuters Londres (Inglaterra)

Os torcedores que azedaram a festa de despedida do campo do West Ham United atacando o ônibus da equipe do Manchester United com garrafas receberão expulsões vitalícias dos estádios, disse a vice-presidente do conselho do clube, Karren Brady, nesta quarta-feira (11).

O que deveria ter sido o clímax memorável dos 112 anos do estádio Boleyn Ground virou um pesadelo antes mesmo do início da partida de terça-feira, e as contracapas dos jornais foram dominadas por fotos do ônibus do Man United com várias janelas estilhaçadas.

Vídeos feitos por jogadores do Manchester United dentro do veículo viralizaram nas redes sociais, e imagens da violência transmitidas pela televisão rodaram o mundo.

Falando ao canal Sky Sports na terça-feira, o vice-presidente do conselho do West Ham, David Sullivan, inicialmente não pareceu ciente da seriedade dos incidentes e culpou o Manchester United por provocar um atraso de 45 minutos na partida, a última disputada no Boleyn. Karren, porém, agiu rapidamente para reparar o dano causado pelos comentários infelizes de Sullivan.

"Eu, o conselho e todos do West Ham United condenamos totalmente o comportamento inaceitável que vimos do lado de fora do estádio na noite passada", afirmou ela em um comunicado no Twitter. "O West Ham é um clube de família e a grande maioria dos torcedores compareceu ao jogo final de terça-feira para dizer adeus ao estádio Boleyn respeitosamente".

Um policial e um torcedor sofreram ferimentos leves. Não houve prisões.

A Associação de Futebol da Inglaterra também anunciou que irá iniciar uma investigação total, incluindo um incidente em que objetos foram lançados contra o goleiro David de Gea, do Manchester, durante a partida.