Publicidade
Esportes
Craque

Wilson Périco chama parlamentares de gananciosos

Atitude do presidente do Sindicato das Indústrias de Eletroeletrônicose Similares de Manaus e vice-presidente da Fieam foi destinado aos políticos que apóiam unificação do ICMS, o que acaba prejudicando a Zona Franca de Manaus 25/03/2013 às 12:28
Show 1
Wilson Périco classifica atual momento como mais difícil da Zona Franca
acritica.com Manaus (AM)

O presidente do Sindicato das Indústrias de Eletroeletrônicose Similares de Manaus (Sinaees) e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Wilson Périco, chamou de gananciosos os parlamentares responsáveis pelo Projeto de Resolução 001/13, em análise no Senado, que unifica em 4% a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Atualmente, as alíquotas praticadas nos Estados brasileiros são de 7% e 12%.

Com a mudança, Wilson acredita que o Amazonas vai perder competitividade e os empresários deixarão de investir no Estado, passando a importar material de outros países.

“Isto é ganância e ignorância conveniente dos nossos governantes, a meu ver míopes, que não dá para entender. Temos um Estado que contribuí com 1,6 no PIB (Produto Interno Bruto). São pessoas estudadas e inteligentes que não fazem questão de ter conhecimento para agir dessa forma. Se isso for aprovado teremos um grande número de material importado, estaremos gerando emprego do outro lado do mundo e não teremos investimentos por parte dos empresários”, alertou Wilson Périco.

Com inúmeros desafios passados pela Zona Franca, Wilson afirma que é preciso pensar em um novo modelo de economia para o Estado. “A Zona Franca já passou por vários desafios, mas este é o mais difícil deles. É uma necessidade do modelo aproveitar o momento e desenvolver matrizes econômicas, mas diferente do que temos no polo. Os minérios, cosméticos, fármacos, o gás e a natureza são meios que podem tirar essa dependência da Zona Franca”, finalizou.