Publicidade
Esportes
BELDADE

Zagueira da Seleção trocou as passarelas pelos campos de futebol

No Barezão Feminino, Ingryd Avancini mostrou que beleza e talento no futebol podem ser encontrados numa só atleta. E a defensora de 18 anos, que é zagueira de Seleção Brasileira, é a prova disso 19/11/2017 às 15:29 - Atualizado em 19/11/2017 às 15:57
Denir Simplício Manaus (AM)

O Campeonato Amazonense Feminino 2017 se encerrou na última semana e já deixa saudades. Considerado o mais acirrado dos últimos tempos, o Barezão deste ano chamou a atenção não apenas pela rivalidade entre Iranduba e 3B, mas também pela beleza das atletas em campo.

E uma jogadora da Fera da Amazônia (apelido do 3B) ganhou o coração dos torcedores tanto pela garra e técnica demonstradas em campo, como pelo encanto e simpatia fora dele. Trata-se da zagueira Ingryd Avancini, 18, que já sofreu preconceito por conta de sua beleza e quase troca os gramados pelas passarelas de moda.

A bela que vira fera

Paulistana de nascimento, Ingryd iniciou no futebol como a maioria das garotas: jogando com os meninos. E por isso sofreu preconceito desde pequena, inclusive dentro de casa.

“A maioria das garotas que jogam futebol com certeza já sofreram com o preconceito, com palavras que afetam a nossa escolha. Algumas pessoas da minha família criticaram por eu ser uma garota e jogar bola na rua com os meninos”, lembra a atleta comentando que nunca se abateu pelas críticas que sofreu.


Ingryd foi um destaques do 3B no Barezão 2017 (Foto: Denir Simplício)

“Sofri ofensas, mas como era pequena não guardava pra mim. Ficava triste, mas se esse é meu sonho não tenho de escutar os outros e baixar a cabeça. Se tenho capacidade e gosto, não tenho porque desistir do meu sonho”, enfatizou a defensora.

Responsável - ao lado da colega Sorriso - pela melhor defesa do Barezão Feminino (apenas 5 gols sofridos), a bela Ingryd revela o que a deixa uma fera em campo.

“Em campo procuro ter confiança, responsabilidade, concentração e tranquilidade porque sei que posso e que consigo e isso faz surgir uma fera dentro de mim”, enfatizou a jogadora que até já desfilou por uma grife de moda.

Com 1,73m de altura, a beleza de Ingryd não passa despercebida (Foto: arquivo pessoal) 

“Quando criança, eu desfilei por uma marca de roupas famosa e há dois anos fiz um book (fotos profissionais), mas não quis seguir a carreira de modelo”, comentou a bela zagueira relatando um pouco do que foi a temporada no 3B.

“A passagem pelo 3B foi diferente de tudo que já vivi até hoje. Foi sacrifício e luta. A torcida é maravilhosa e nos apoia dentro e fora de campo. Além do campeonato, que foi excelente e vai ficar marcado pro resto da vida”, revelou.


Ingryd vive a expectativa de disputar sua primeira competição com a Seleção Sub (Foto: arquivo pessoal)

Convocada para Seleção Brasileira Sub-20, Ingryd se apresenta amanhã na Granja Comary para temporada de treinos visando o Sul-Americano, que acontece em janeiro de 2018, no Equador. Antes disso, a defensora do 3B vive a expectativa de disputar um torneio mês que vem nos Estados Unidos com o time canarinho.