Publicidade
Amazônia
MEIO AMBIENTE

Alunos ribeirinhos vêm a Manaus para trocar experiências de desenvolvimento sustentável

Projeto Intercâmbio de Saberes traz 34 alunos para uma semana de discussões e visitas temáticas 14/08/2017 às 17:51
Show interc mbio 123
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Nessa segunda-feira (14) teve início o 6º Intercâmbio de Saberes, uma realização da Fundação Amazonas Sustentável (FAS) em parceria com a Secretaria do Estado de Educação (SEDUC). O evento reúne 34 alunos de comunidades pertencentes às Unidades de Conservação (UC) em que a FAS atua e visa a formação de lideranças jovens por meio do engajamento da conservação ambiental e da melhoria da qualidade de vida nas comunidades e reservas em que eles vivem.

Parte do Programa de Educação e Saúde da FAS, o Intercâmbio de Saberes é uma oportunidade de incentivar os jovens a serem agentes de transformação.

“Esse momento de troca entre eles é extremamente importante para que aprimorem seus potenciais e percebam o poder de mudança que eles têm juntos. O objetivo da edição deste ano é justamente fortalecer a liderança jovem em rede, que começou com a criação dos coletivos nas comunidades”, afirma Nathalia Flores, coordenadora do Programa.

Os coletivos de jovens surgiram da necessidade de união dos alunos para realizarem ações concretas em suas comunidades, em temáticas como meio ambiente e educação. Além dessas ações, os coletivos tiveram uma missão inédita: eleger os representantes para participarem do intercâmbio.

A jovem Neucilane Silva, de 13 anos, foi uma das escolhidas para representar a comunidade de Três Unidos, na Área de Proteção do Rio Negro, a 80 km de Manaus.

“Nos anos anteriores a escolha dos participantes foi feita pelos professores, mas esse ano nós, alunos, enquanto coletivo, tivemos essa missão. Então ter sido escolhida pelos meus colegas para representar a escola Samsung Amazonas foi uma honra. Estou ansiosa bem ansiosa”, comentou.

Ao todo foram escolhidos 34 alunos e seis professores das escolas de cinco Núcleos de Conservação e Sustentabilidade (UCs) atendidos pelas FAS. Desses, 4 alunos terão a missão de reportar o evento como Repórteres da Floresta, através de fotos, vídeos e matérias que serão veiculados nas mídias da FAS.

Programação

Durante uma semana, os coletivos participarão de oficinas, visitas e discussões voltadas para a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU. A Agenda é composta pelos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), na busca da superação de desafios globais com medidas ousadas e transformadoras em um caminho sustentável.

Já na abertura do evento, os coletivos iniciarão as conversas sobre a temática com a exibição de vídeos produzidos pelos próprios alunos nas comunidades, além de uma troca de “presentes sustentáveis” entre os coletivos. A semana inicia ainda com uma conversa com o jornalista Rodrigo Hidalgo, idealizador do projeto “Manaus Selvagem”, uma apresentação especial do “Rap dos ODS”, do rapper Jander Manauara e um encontro com os blogueiros do Bola pro Mato na Arena da Amazônia.

Outro destaque na programação é a visita à sede do Programa de Revitalização Urbana Sustentável da Amazônia (REUSA), no bairro Redenção. Idealizado pela FAS e parceiros após a Virada de 2016, o REUSA tem como objetivo desenvolver soluções de baixo custo para a restauração ecológica e urbanização sustentável junto com comunidades urbanas de alta vulnerabilidade socioambiental e econômica.