Publicidade
Amazônia
Amazônia

Amazonas solicita R$ 12 milhões de Governo Federal para vítimas de enchente

Os recursos serão repassados no valor de R$ 400 para cada família afetada pela cheia para a compra de produtos de primeira necessidade 17/03/2012 às 10:17
Show 1
Verba será destinada aos mais afetados com a cheia
Florêncio Mesquita Manaus

O Governo do Amazonas quer um montante de R$ 12 milhões do Governo Federal para disponibilizar às vítimas da enchente no Estado. Os recursos serão repassados no valor de R$ 400 para cada família afetada pela cheia para a compra de produtos de primeira necessidade. Segundo o vice-governador, José Melo, inicialmente serão emitidos 60 mil cartões em um processo semelhante ao “SOS Enchente”, utilizado pelo governo em 2009, quando foi registrada a maior cheia em 110 anos. Na época o rio Negro atingiu o nível recorde de 29,77 metros.

Naquele ano, o Estado conseguiu R$ 80 milhões junto ao Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional, para ajudar as vítimas da cheia em 51 municípios. Cada família recebeu R$ 300. Do total repassado, R$ 10 milhões foram destinados para o 

“SOS Enchente”, R$ 10 milhões para a recuperação da logística dos municípios e os outros R$ 60 milhões foram aplicados na recuperação de encostas nas áreas afetadas.

O número de cartões previstos para serem utilizados este ano, conforme Melo, poderá ser ampliado de acordo com a necessidade e total de famílias atingidas. Apesar de já ter sido pedido, o dinheiro ainda não tem previsão para chegar ao Estado. Melo informou que o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB),virá a Manaus na próxima se mana tratar do repasse com o governador Omar Aziz.

Enquanto o dinheiro federal não chega, o Estado se adiantou e já está emitindo 13 mil cartões, também no valor de R$ 400, para  13 famílias atingidas pela cheia na Calha do Juruá, além do Município de Boca do Acre (a 1.028 quilômetros de Manaus). O valor totaliza R$ 52 mil. Em 30 dias, mais 24 municípios do Amazonas devem decretar situação de emergência elevando para 34 o total de cidades castigadas pela cheia, segundo previsão do Subcomando de Ações de Defesa Civil do Estado (Subcomadec).

Estas 24 novas cidades que entraram na lista de impacto de enchente correspondem a um total estimado de 286.774 mil  pessoas afetadas em um universo de 57.35 famílias em Manaus e no interior. Os municípios podem ficar com a maior parte do território submerso sendo que a previsão de impacto feita em conjunto com diversos órgãos envolvidos na elaboração da ação alerta que as áreas rurais serão as mais afetadas.

Marcas

O nível do rio Negro, em Manaus, atingiu a marca de 27,07 metros na manhã de ontem, segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM). O rio está 30 centímetros acima do nível registrado na mesma data em 2009. As famílias que podem ser atingidas pela cheia no igarapé do São Raimundo, serão retiradas da área após a cheia  por meio do programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim 3). O  contrato de empréstimo de US$ 280 milhões para a execução do programa que beneficiará  4.780 famílias, foi assinado ontem, no Uruguai, pelo governador do Amazonas, Omar Aziz com o banco BID.