Publicidade
Amazônia
Amazônia

Atitudes simples contribui para sustentabilidade no AM

Práticas de sustentabilidade tomadas no dia a dia, podem render grandes economias, além de ajudar a preservar o meio ambiente 09/10/2012 às 10:04
Show 1
Segundo fabricantes, a torneira convencional usa de 14 a 25 litros de água por minuto e a que tem areador, de 6 a 10 litros por minuto: economia pode chegar a 70%
Jornal Acrítica ---

Reciclar o lixo, não deixar luzes acesas ou torneiras com vazamento, adotar iluminação adequada, evitar produtos aerosol que contenham CFC (gás que prejudica a camada de ozônio). Essas são algumas ações que, quando seguidas diariamente, fazem toda diferença na preservação do meio ambiente e também na hora de pagar as contas.

O engenheiro especialista em automação predial, Ronaldo Pina, afirma que medidas sustentáveis refletem diretamente na diminuição do consumo. “É possível diminuir contas de luz, por exemplo, com ações simples, a começar pela escolha da iluminação”.  A dica do engenheiro é o uso das lâmpadas do tipo fluorescentes compactas ou de LED. Segundo ele, essas são mais eficientes, mais duráveis e mais econômicas, além de ecologicamente corretas. “Em comparação com as incandescentes, as compactas e as de LED, além de utilizar 80% menos energia, têm um tempo de vida útil quase dez vezes maior e ainda evitam o risco de queimaduras por causa da baixa temperatura de funcionamento”.

Por não esquentarem muito, outro benefício das lâmpadas fluorescentes é que elas não aquecem o ambiente.

Outro fator que ajuda aliviar a sensação térmica em casa é pintar as paredes da casa com cores claras. Para essa pintura, existem tintas ecológicas, biodegradáveis e recicláveis, que são naturais e muito menos tóxicas, além de não possuírem níveis elevados de compostos orgânicos voláteis.

Coleta seletiva

Em um ambiente sustentável, a coleta seletiva também é essencial. A separação do lixo deve ser feita destacando papel, vidro, metal e plástico. O material pode ser deixado em pontos específicos de coleta. Em Manaus, existem quatro postos: Parque dos Bilhares, estacionamento do Makro, Praça Dom Pedro e sede da Semulsp, na avenida Brasil, nº 1.335, bairro Compensa, Zona Oeste. Outra possibilidade é a doação para associações de catadores.

O lixo orgânico como cascas de frutas e verduras, quando misturado a terra, vira adubo de ótima qualidade.