Publicidade
Amazônia
Cotidiano, Aeronáutica, Sétimo Comar, Interior, Iauaretê, São Gabriel da Cachoeira

Autoridades militares visitam obras de ampliação de pista de pouso em Iauaretê (AM)

Distrito localizado no município de São Gabriel da Cachoeiria terá a pista de pouso ampliada de 1200 metros para 2000 metros, atendendo um número maior de aeronaves 28/03/2012 às 14:15
Show 1
Ampliação da pista de pouso em Iauaretê vai atender um número maior de aeronaves
acritica.com Manaus

Os trabalhos de ampliação da pista de pouso do distrito de Iauaretê, no município de São Gabriel da Cachoeira – localizado a 858 quilômetros de Manaus -, estão sendo executados pela Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (Comara), foram visitados no último dia 22, por autoridades civis e militares do Amazonas, que puderam constatar os trabalhos de ampliação de 1200 metros para 2000 metros, atendendo um número maior de aeronaves.

Na obra, serão utilizados mais de 200 mil sacos de cimento que serão transportados da fábrica em Manaus até Iauaretê, pelas balsas da Comara. O ciclo do transporte é de 40 dias, pois além da navegação, é necessário realizar dois transbordos nos Rios Negro e Uaupés.

“Esses insumos vão para nossa usina de concreto, dinamizando o trabalho por meio de uma moderna pavimentadora”, afirmou o Tenente-Coronel Pereira, Chefe do Destacamento da Comara em Manaus.

A pista de Iauaretê recebeu os equipamentos mais modernos em pavimentação de concreto existentes atualmente, como a pavimentadora Terex, capaz de executar uma faixa de 4 metros de largura por 50 metros de comprimento de pista por hora.

“A pista, além de proporcionar melhores condições de desenvolvimento da comunidade, aumentará as nossas possibilidades de trazer mais meios, se necessário, para a segurança do nosso país”, destacou o General Sérgio Duarte, Comandante da 2ª Brigada de Infantaria de Selva.

“Nós temos a certeza de que estamos contribuindo para o desenvolvimento e integração do nosso país. A ampliação não só atenderá a Força Aérea Brasileira, no caso de um desdobramento, mas também o Exército, a Marinha do Brasil e a população local”, destaca o Comandante do Sétimo Comando Aéreo Regional, Major-Brigadeiro do Ar Nilson Soilet Caminati.