Publicidade
Amazônia
Amazônia

Bolsa Verde do Rio cadastra propriedades para comércio de créditos florestais

A BVRio abriu inscrições para quem possui áreas de floresta preservada e pretende comercializar seus créditos florestais no mercado 04/05/2012 às 12:08
Show 1
Área desmatada em Mato Grosso para a plantação de soja
acritica.com ---

Proprietários de áreas rurais que possuem áreas florestais abaixo do exigido pelo Código Florestal Brasileiro poderão ter um recurso para compensar a não recuperação da cobertura vegetal: a compra de Créditos de Reserva Legal  (CRLs) da Bolsa Verde do Rio de Janeiro (BVRio).

A BVRio abriu inscrições para quem possui áreas de floresta preservada e pretende comercializar seus créditos florestais no mercado ainda informal. Os créditos podem ser usados por proprietários de áreas rurais para se enquadrarem à legislação.

A legislação florestal brasileira exige que proprietários rurais conservem parte da cobertura vegetal original, conhecida como reserva legal. O tamanho dessa reserva varia de acordo com o bioma. Na Amazônia, pode chegar a 80% da propriedade, dependendo do tamanho do terreno.

Segundo a bolsa, a legislação florestal possibilita que a obrigação de Reserva Legal seja cumprida por meio das chamadas “cotas de reserva florestal” ou “cotas de reserva ambiental”.

A BVRio deve intermediar esse comércio de créditos florestais e a negociação entre produtores que querem compensar o desmatamento e proprietários de áreas preservadas. A intenção da BVRio é movimentar esse novo mercado, já que essa prática é mais simples do que recuperar, de fato, as áreas degradadas.

"A BVRio está iniciando um sistema de registro de intenções de compra e venda de CRLs, permitindo a participantes adquirir melhor conhecimento do mercado antes de decidirem participar", informou a BVRio. O segundo passo será o lançamento de contratos de criação e venda de CRLs.

A BVRio informou que também pretende promover a comercialização dos créditos de carbono, que está entre os principais temas pautados para os debates da conferência Rio +20, que acontece entre os dias 20 e 22 de junho deste ano, no Rio de Janeiro.