Publicidade
Amazônia
Meio Ambiente,Multa,crime ambiental,arborização

Câmara aprova uso de multas ambientais, para arborização

Texto aprovado é um substitutivo da deputada Rebecca Garcia ao PL 5987/09, de autoria do deputado Roberto Britto, que incluiu, como objeto de financiamento, as áreas degradadas 30/05/2012 às 20:34
Show 1
Árvores oferecem conforto térmico nas áreas urbanas
Agência Câmara de Notícias Brasília

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável aprovou nesta quarta-feira (30) proposta que torna obrigatória a aplicação de 10% do valor arrecadado com multas ambientais em ações de arborização urbana e de recuperação de áreas degradadas. Pela proposta, os recursos deverão ser investidos no município onde ocorreu a infração, segundo critérios estabelecidos pelo órgão ambiental competente.

O texto aprovado foi o substitutivo da relatora, deputada Rebecca Garcia (PP-AM), ao Projeto de Lei 5987/09, do deputado Roberto Britto (PP-BA). No substitutivo, a relatora incluiu, como objeto de financiamento, as áreas degradadas.

O projeto original previa a aplicação do valor apenas nas ações de arborização urbana.

“O crescimento das novas árvores contribui como absorvedor de carbono, diminuindo a quantidade de dióxido de carbono na atmosfera e seu efeito estufa, responsável pelo aquecimento global e pela consequente mudança climática”, justifica Rebecca.

A deputada ressalta que as árvores têm papel importante no controle da poluição do ar, além de tornarem o clima das cidades mais ameno. “Cidades do porte de São Paulo apresentam temperaturas no centro urbano até 10º C maiores que as encontradas nas áreas periféricas menos urbanizadas e mais arborizadas”, informa.

Segundo Rebecca, locais urbanos arborizados conseguem ainda de 15% a 40% de aumento na umidade relativa do ar.

Tramitação
A proposta, de caráter conclusivo, será analisada agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.