Publicidade
Amazônia
Amazônia

Carnaval em Manaus terá tempo nublado e pancadas de chuva

De acordo com o Inmet, fenômeno La Niña antecipou o período de chuvas em boa parte do Estado. Enquanto no interior a precipitação está acima da média, na capital o tempo permanece nublado 16/02/2012 às 11:59
Show 1
Feriado de Carnaval em Manaus será com tempo nublado e pancadas de chuva
Monica Prestes Manaus

O fenômeno natural conhecido por La Niña vem provocando chuvas acima da média entre o Oeste e o Sul do Amazonas desde os primeiros dias de fevereiro. E a iminente formação de uma zona de convergência de umidade deve deixar o tempo encoberto a nublado e provocar pancadas de chuva durante todo o feriado de Carnaval, também na região de Manaus.

As informações são do 1º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

De acordo com a chefe do 1º Distrito do Inmet, Lúcia Goularte, a tendência para toda a Região Metropolitana de Manaus (RMM) neste feriado é de céu nublado e chuvas de curta duração, mas que podem vir acompanhadas de rajadas de vento e descargas elétricas.

A temperatura deve ficar em torno de 30°C, quatro abaixo do normal para o período.

“Não só na calha do Juruá, mas no Solimões, Purus e Madeira está chovendo muito. Em Manaus, a nebulosidade deve aumentar, mas na capital ainda tem chovido pouco em relação à RMM, um efeito das ilhas de calor”, explicou Goularte.

Segundo a especialista, nos municípios vizinhos de Manaus, como Iranduba, Careiro da Várzea, Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo, os índices pluviométricos registrados desde o início de fevereiro são até três vezes maiores do que os registrados na capital.

“Isso é o efeito da urbanização: evapora na cidade e chove nas bordas. Em Manaus está chovendo menos que na RMM e a distribuição dessas chuvas está bem heterogênea. Enquanto em um bairro chove 100 milímetros, no outro sequer chove”, disse.

Interior do Amazonas

Mas é na região Sul do Amazonas, entre os municípios de Apuí, Novo Aripuanã, Manicoré, Humaitá e Lábrea, que deve se concentrar a maior incidência de chuvas neste Carnaval, informou o Inmet.

Os municípios que já estão em situação de emergência por conta da cheia do rio Juruá, que já afeta seis mil famílias, devem continuar tendo problemas com as chuvas, alertou Goularte. É que a previsão do Inmet é de mais chuva para os próximos dias.

“Nos municípios de Guajará, Ipixuna, Boca do Acre e Lábrea, por exemplo, na calha do Juruá, a chuva está acima da média desde o dia 5 de fevereiro e não pára de chover. Estamos no pico das chuvas para aquela região”, esclareceu.