Publicidade
Amazônia
Amazônia

Cheia dos rios no Amazonas deixa 19 municípios em situação de emergência

De acordo com dados divulgados pela Defesa Civil o número total de famílias afetadas é de 25.599 no estado 05/04/2012 às 15:51
Show 1
Ribeirinhos ficam mais isolados com a cheia
Thiago Gonçalves Manaus (AM)

A enchente deste ano no estado amazonense já fez dezenove municípios decretarem Situação de Emergência. Do total, são 25. 599 famílias afetadas no estado que compreende sessenta e dois municípios. Este ano, o Amazonas, não deve ter uma cheia recorde como a de 2009, mas o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), não descarta a possibilidade de haver uma grande cheia e superar as expectativas.

Conforme balanço divulgado pela Defesa Civil do Amazonas, os municípios afetados das Calhas dos rios, Juruá, Purus, Solimões e Madeira são Amaturá, Atalaia do Norte, Borba, Boca do Acre, Benjamin Constant, Carauari, Canutama, Envira, Eirunepé, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Juruá, Lábrea, Pauini, Tabatinga, São Paulo de Olivença, Santo Antonio do Içá e Tonantins.

A Defesa Civil/AM faz mapeamento da demanda de famílias que devam receber ajuda humanitária. As populações são atendidas com cestas básicas, medicamentos, material de higiene pessoal e limpeza,  pelo governo do Estado, por meio do Subcomando de Ações de Defesa Civil-Subcomadec.

Rio Negro

De acordo com o alerta de cheia divulgado pelo CPRM na última segunda-feira (2/4), o nível do rio Negro, em Manaus, pode atingir até 29,96 metros, superando a marca de 2009, de 29,77, caso a chuva se intensifique este mês de abril. Mas a estimativa é que a cota não ultrapasse a marca de 29,51 metros.