Publicidade
Amazônia
Amazônia

Com Manaus em meio à fumaça de queimadas, campanha alerta sobre importância da preservação

Movimentos acreditam que nem tudo está perdido e que é possível, com a sensibilização, união de todos, seguida de atitudes e de ações concretas, minimizar os danos e plantar a esperança de uma cidade melhor 11/10/2015 às 19:21
Show 1
Ação realizada na manhã deste domingo levou faixas à Ponta Negra, na Zona Oeste
Silane Souza Manaus (AM)

Com faixas de “parem as queimadas” e máscaras cirúrgicas no rosto, integrantes do movimento “Manaus + Verde” realizaram, hoje (11) pela manhã, uma ação de conscientização no complexo turístico da Ponta Negra, Zona Oeste. A passeata, que aconteceu de 7h às 9h, alertou a população sobre as consequências da grande quantidade de focos de incêndios registrados este ano na região e também do aumento da poluição na cidade.

No decorrer da ação, integrantes do grupo “Fui eu que Plantei” também se juntaram à passeata. Juntos, eles distribuíram faixas, máscaras cirúrgicas, ventarolas e adesivos à população. “O que mais chamou a atenção no movimento foi o fato de que as pessoas estavam fazendo exercício físico, caminhando e, ao mesmo tempo, engolindo fumaça, visto que hoje Manaus amanheceu, como de costume, com o seu ar poluído pelas queimadas”, relatou a idealizadora do “Manaus + Verde”, Laís Lopes.

De acordo com ela, o movimento tenta chamar a atenção da população da capital sobre a importância da preservação do meio ambiente. “A nossa cidade está localizada no coração da floresta amazônica e, no entanto, a cada dia que passa, a qualidade de vida de seus cidadãos piora de maneira dramática. Hoje é quase impossível viver em Manaus sem ar-condicionado. Igarapés e balneários, outrora frequentados pelas famílias, estão poluídos ou simplesmente desapareceram”, lembrou.

O “Manaus + Verde” acredita que nem tudo está perdido e que é possível, com a conscientização, união de todos, seguida de atitudes e de ações concretas, minimizar os danos e plantar  a esperança de uma cidade melhor. “A nossa ação, usando máscaras, causou grande impacto. Muita gente veio nos cumprimentar, alguns até nos aplaudiram e outros procuraram saber como se juntar à causa.  Vamos continuar lutando por uma Manaus + Verde”, enfatizou.

 ‘Jaraqui’ doa 100 mudas de árvores

No último sábado, o “Manaus + Verde” recebeu do Projeto Jaraqui - que também aderiu à causa do movimento - 100 mudas de árvores, as quais foram distribuídas, a população, na Praça Heliodoro Balbi (Praça da Polícia), no Centro. Na ocasião, Laís Lopes também leu o manifesto defendido pelo grupo.