Publicidade
Amazônia
Amazônia

Conab compra 60 toneladas de alimentos de municípios do AM

A compra foi feita, em junho, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que visa adquirir produtos regionais do produtor rural para doações às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional 20/06/2012 às 11:43
Show 1
A compra beneficiou a Cooperativa de Pescadores, Barqueiros e Remanejamento Florestal, Associação Nova Esperança e Cooperativa dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de Manacapuru.
acritica.com Manaus

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) comprou 60 toneladas de produtos alimentícios da agricultura familiar dos municípios de Presidente Figueiredo, Manaquiri e Manacapuru. O valor da compra foi de R$ 49 mil, em ação que beneficiou a Cooperativa de Pescadores, Barqueiros e Remanejamento Florestal, Associação Nova Esperança e Cooperativa dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de Manacapuru.

A compra foi feita, em junho, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que visa adquirir produtos regionais do produtor rural para doações às famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional.

O PAA opera com recursos provenientes do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDS), objetivando incentivo ao desenvolvimento da economia local e reduzir o desperdício no campo.

Em Presidente Figueiredo, a Conab adquiriu da Cooperativa de Pescadores, Barqueiros e Remanejamento Florestal 14 toneladas de alimentos, entre eles: abóbora, raiz de mandioca, coco, melancia, banana, cupuaçu, limão, alface, goiaba e pescado.A Cooperativa foi beneficiada com o valor de R$ 15,3 mil.

Na Associação Nova Esperança, em Manaquiri, os agricultores venderam abóbora e mandioca, no total 36 toneladas, recebendo da Conab R$ 23,6 mil.

Já em Manacapuru, foram adquiridos da Cooperativa dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (COOTAF), 10 toneladas de produtos, no caso, banana e raiz de mandioca. O valor pago aos agricultores foi de R$ 10,1 mil.

Segundo Ricardo do Nascimento, presidente da COOTAF, “O PAA é muito favorável aos pequenos agricultores, pois possibilita o escoamento da produção, assim não dependemos do atravessador”. Ele completou dizendo que a cooperativa faz parte do PAA desde 2005 e que é uma grande satisfação ter a Conab como parceira.