Publicidade
Amazônia
Amazônia

Cotação do rio Negro bate recorde ao descer 40 cm em um único dia, sem explicação

Enquanto o normal da descida do rio Negro no período da vazante é de 25 centímetros por dia, no último domingo (11) o rio desceu 40 centímetros, sendo mais de 1,40 metros em quatro dias, fato que nunca aconteceu desde o início a cotação, em 1902. Grande seca começa a se tornar possível 13/10/2015 às 14:19
Show 1
Valderino Pereira faz as medições todos os dias
Isabelle Valois Manaus (AM)

O chefe do Serviço Hidrográfico do Porto de Manaus, Valderino Pereira da Silva, responsável por acompanhar a medicação do volume das águas do rio Negro, revelou na manhã desta terça-feira (13) que nos últimos quatro dias, o rio Negro tem apresentado fenômenos inexplicáveis, pois bateu o recorde das coletas de dados de descida das águas por dia e desceu mais de 1,40 metro neste curto espaço de tempo.

Enquanto o normal neste período de vazante é de 25 centímetros por dia, no último domingo o rio Negro desceu 40 centímetros, fato que nunca aconteceu desde quando iniciou esse trabalho de cotação, em 15 de setembro de1902.

A informação foi apresentada pelo engenheiro em um encontro que ocorre na manhã desta terça-feira (13) na sede da Casa Militar da Defesa Civil do Município, na Zona Oeste de Manaus, onde é realizado a Semana Municipal de Proteção e Defesa Civil de Manaus.


Descida das águas já mostra sua força, nesta terça (13) na orla do São Raimundo (Foto: Márcio Silva)

Valderino explicou que o fenômeno teve início no último sábado (10), quando o rio Negro desceu 38 centímetros pela primeira vez na história da medição.

"Depois tivemos o domingo, quando o rio Negro baixou mais 40 centímetros. Na segunda-feira, o rio Negro diminuiu mais 36 centímetros e hoje ele desceu mais 32 centímetros. Durante esses quatro dias o rio Negro baixou 1,44 metro, pois na sexta tínhamos a cota de 22,48 metros e hoje (terça-feira), está em 19,26 metros", completou.

Seca à vista?

A maior seca registrada do rio Negro foi em 2010, quando a cota do rio chegou a 13,63 metros. Para o engenheiro, a situação por enquanto não é preocupante, mas pode ser caso, a partir desta quarta-feira (14), o rio Negro continue a registrar esses alto índice de descida por dia.


Seca do rio Negro em 2010 (Arquivo/AC)

"Digo que ainda está normal, mas esse fenômeno precisa ser estudado por pesquisadores. Temos que saber o porquê das coisas e não só aceitar que é um simples fenômeno da natureza", disse.

Valderino contou que o período da vazante varia entre o final de outubro e início de novembro. Para chegar à cota recorde de vazante, o rio Negro precisa descer aproximadamente mais 6 metros. A cota recorde da vazante, ou o menor nível já registrado, foi no dia 24 de outubro de 2010.