Publicidade
Amazônia
NO AEROPORTO

Despachante é preso pela PF por adulterar Registro de Exportação de peixes

Em despache de carga, o homem declarou apenas 1.200 peixes da espécie Paracheirodon Axelrodi Seram, mas depois foi constatado que o número real de peixes era de 12 mil 28/11/2017 às 20:32
Show peixes 123
Foto: Reprodução/Internet
acritica.com Manaus (AM)

Um despachante foi preso em flagrante pela Polícia Federal no Estado do Amazonas, na tarde desta terça-feira (28), pelo crime de falsificação e uso de documento público, previstos nos artigos 297 e 304 do Código Penal Brasileiro. Em despache de carga, o homem declarou apenas 1.200 peixes da espécie Paracheirodon Axelrodi Seram, mas depois foi constatado que o número real de peixes era de 12 mil.

A análise foi realizada por auditores do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no terminal de cargas 3 do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na Zona Oeste de Manaus, ocasião em que o despachante apresentou o Registro de Exportação (RE) adulterado.

De acordo com a PF, foi solicitado dele que corrigisse o RE, mas ele apresentou o mesmo registro com a adulteração de um “0”, sendo preso em flagrante pelo delito e os extratos dos registros confiscados. Os peixes foram apreendidos por funcionários do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O despachante foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização de exame de corpo de delito, e em seguida foi encaminhado para audiência de custódia.

A PF informou ainda que reafirma seu compromisso com a defesa do meio ambiente e da Amazônia, conforme determina o Art. 225 da Constituição Federal e tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário. Ressaltando que os crimes contra a fauna já levaram à extinção centenas de espécies, o que configura uma perda não só para o Brasil, mas também para toda a humanidade.

Qualquer pessoa pode denunciar a ocorrência de crime ambiental à Polícia Federal no Estado do Amazonas por meio dos telefones (92) 3655-1515  e 3655-1517.