Publicidade
Amazônia
Cotidiano, Exército Brasileiro, Operação Curare IV, Polícia Federal, Funai, Crimes Ambientais, triplice fronteira, Cruzeiro do Sul, Tabatinga

Exército realiza Operação Curare IV, na fronteira Brasil, Colômbia e Peru

Paralelo às ações militares também serão realizados atendimentos médico, odontológico e educacional junto às populações ribeirinhas 20/07/2012 às 13:16
Show 1
Militares fazem reconhecimento da área onde ocorrerá parte das ações da Operação Curare IV
acritica.com Manaus

Até o próximo dia 27, aproximadamente 650 militares do Exército Brasileiro (EB), juntamente com agentes da Polícia Federal, Força Nacional de Segurança, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Fundação Nacional do Índio (Funai), estarão participando da Operação Curare IV, realizada no limite oeste dos Estados do Amazonas e Acre – trecho de Cruzeiro do Sul à Tabatinga -, e nas regiões de fronteira com a Colômbia e o Peru, área de responsabilidade da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, cujo o Quartel General se encontra no município de Tefé – localizado a 525 quilômetros da capital.

Durante a operação, a vigilância por meio de patrulhamentos terrestres, aéreos e fluviais, serão intensificados, para combater tanto os crimes transfronteiriços quanto ambientais.

Paralelo às ações militares também serão realizados atendimentos médico, odontológico e educacional junto às populações ribeirinhas.

A operação tem a finalidade de intensificar a presença das Forças Armadas junto à faixa de fronteira oeste, reprimindo os delitos transfronteiriços e ambientais, além de reforçar, junto à população regional, o sentimento de nacionalismo, proteção ao meio ambiente e de defesa da soberania brasileira.

Cipó venenoso
O termo “curare” faz referência a compostos químicos orgânicos conhecidos e utilizados como venenos de flecha, extraídos da casca de certos cipós de plantas encontradas na América do Sul.