Publicidade
Amazônia
Amazônia

Gêmeas siamesas da etnia Kokama morrem em Manaus

As duas meninas, nascidas no último domingo (25) em Tefé, estavam ligadas pelo abdomem e morreram após apresentar problemas respiratórios 26/03/2012 às 20:15
Show 1
As crianças ficaram internadas por um dia no ICAM em Manaus
Acritica.com Manaus

Gêmeas siamesas da etnia Kokama, nascidas no último domingo (25) na zona rural de Tefé (a 523 quilômetros de Manaus) morreram na tarde desta segunda-feira (26) em Manaus após apresentarem bradicardia (redução dos batimentos cardíacos). As irmãs estavam internadas na Unidade de Cuidados Semi-Intensivos do Instituto da Criança do Amazonas (Icam) desde domingo.

Segundo informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) as crianças estavam unidas pelo abdomem e passariam por uma série de exames nos próximos dias. A primeira etapa da investigação consistiria em descobrir se os órgãos vitais como coração, rins, fígado e pulmão eram compartilhados, mas os exames não chegaram a ser feitos.

As gêmeas nasceram às 10h do último domingo, por meio de uma cesariana no Hospital Regional de Tefé, e foram transferidas para a capital minutos após o parto, acompanhadas do pai.

A mãe de 27 anos, cujo nome não foi divulgado, é indígena e têm outros três filhos nascidos de parto normal. A família mora na aldeia Barreida da Missão de Cima, localizada na Zona rural de Tefé.