Publicidade
Amazônia
Cotidiano, Meio Ambiente, Clima, Focos de Calor, Inpe, Amazônia Legal, unidades de conservação, terras indígenas, Projetos de Assentamentos

Mato Grosso detém a maioria dos focos de calor na Amazônia Legal, revela boletim

Dados foram levantados pelo monitormaneto do Inpe, que identificou mais de 10 mil focos de calor em toda a Amazônia Legal, no período de 10 a 16 de setembro 18/09/2012 às 10:34
Show 1
Monitoramento do Inpe detectou 2.955 focos de calor no Estado do Mato Grosso
acritica.com Manaus

Um total de 10.946 focos de calor foram identificados na Amazônia Legal, no período de 10 a 16 deste mês, de acordo com o boletim do Centro Estadual de Mudanças Climáticas (Ceclima/SDS), com dados do Instituto Nacional de Pesquisa Especial (Inpe), divulgado nesta segunda-feira (17).

O Mato Grosso é o estado da Amazônia Legal que lidera o ranking dos focos de calor, com 2.955 registros. Em seguida, aparece o Tocantins (2.292); logo atrás o Pará (2.268); seguido do Maranhão (1.426) e Amazonas (723).

Conforme o boletim, os 723 focos de calor identificados no Amazonas estão concentrados em 46 municípios. Um total de 125 focos foram identificados em Manicoré e outros 74 em Novo Aripuanã. O município de Lábrea aparece em terceiro lugar do ranking, com 62 registros, seguido de Apuí, com 59 focos e Boca do Acre, com outros 58.

Nas subunidades territoriais – projetos de assentamentos, terras indígenas e Unidades de Conservação (UCs) -, também ocorreram registros de focos de calor.