Publicidade
Amazônia
Cotidiano, Cheia 2012, enchente, Moradias, Estado de Calamidade Pública, Subcomandec, Careiro da Várzea, Ajuda Humanitária

Moradias flutuantes são montadas para atender desabrigados pela cheia, no AM

Ao menos 40 famílias serão levadas para as 11 barracas de emergência instaladas em balsas localizadas nas comunidades do município do Careiro da Várzea 29/05/2012 às 11:49
Show 1
Barracas dispõem de estrutura de moradia, para atender as famílias ribeirinhas
acritica.com Manaus

Para atender as famílias que estão desabrigadas por conta da enchente, o Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec), montou no município do Careiro da Várzea – localizado a 20 quilômetros de Manaus -, que está em Estado de Calamidade Pública, moradias flutuantes.

As 11 barracas de emergência foram instaladas em balsas localizadas nas comunidades Marimba e Igarapé dos Reis. As barracas dispõem de estruturas de moradias com banheiros químicos, fornecimento de água, alimentação e kits dormitório.

As instalações têm capacidade para abrigar pelo menos 40 famílias, que estão sendo transferidas gradativamente.

Na comunidade do Marimba, a uma hora da sede do município, o  pescador Flaviano Sales,31, abandonou a casa  sob a ameaça da mesma ser arrastada a qualquer momento pela correnteza. Ele já foi transferido com a família para um dos abrigos flutuantes da Defesa Civil do Amazonas.

Outros abrigos
Na Escola Municipal Balbina Mestrinho, no sede do município, 30 famílias também já estão abrigadas provisoriamente. Nesta unidade escolar, que também já sofre os impactos da enchente, serão construídas marombas - assoalhos suspensos -, para que as barracas da Defesa Civil sejam instaladas no local.

Outras 10 barracas foram instaladas na orla da cidade. Com capacidade para até 20 famílias.

No ginásio Municipal José Francisco Batista, marombas também serão construídas para possibilitar a instalação de novas estruturas de moradia.