Publicidade
Amazônia
Cotidiano, cheia, Interior, FVS/AM

Municípios do AM atingidos pela cheia, terão reforço nas ações de vigilância em saúde

Além de Boca do Acre, os municípios em estado de emergência são Guajará, Juruá, Envira, Ipixuna, Carauari, Eirunepé e Itamarati. 29/02/2012 às 10:36
Show 1
Visitas das equipes da FVS às comunidades afetadas pela cheia iniciam na próxima semana
acritica.com Manaus

O auxílio aos sete municípios afetados pela cheia da calha do Rio Juruá e ao município de Boca do Acre, na calha do Rio Purus, contará com as atividades do Grupo Técnico Operacional de Vigilância em Saúde. A equipe é coordenada pelo gerente de Riscos Não Biológicos (GRNB) da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), Nailton Lopes Ribeiro.

Além de Boca do Acre, os municípios em estado de emergência são Guajará, Juruá, Envira, Ipixuna, Carauari, Eirunepé e Itamarati.

De acordo com Nailton Ribeiro, o Grupo Técnico Operacional de Vigilância em Saúde irá viabilizar e coordenar as ações de todas as vigilâncias – epidemiológica, ambiental, sanitária – além de laboratórios e educação em saúde e mobilização social. O cronograma de ações será definido pela FVS/AM ainda esta semana.

“Para elaborar as estratégias da vigilância em saúde usaremos como base o Plano de Contingência desenvolvido na enchente de 2009. Os grupos de trabalho estão avaliando esse instrumento de ação para adaptá-lo às necessidades e características da cheia deste ano”, explicou o coordenador do operacional.

Como medida emergencial, Ribeiro esclarece, que já está sendo desenvolvido uma Nota Técnica documento com recomendações aos municípios que enfrentam a enchente e àqueles com potencial risco para serem atingidos pela subida das águas.

“O documento técnica tratará de medidas prioritárias de todas as vigilâncias para a atual situação”, disse Nailton.

O coordenador ressaltou ainda a importância da parceria com as demais frentes de trabalho do Governo do Estado, como Defesa Civil, Assistência Social, Educação, entre outros.

“Este é o fio condutor mais poderoso nesta ação. Os órgãos estão se articulando e se integrando para prestar atendimento às comunidades de forma mais ágil”, salientou.

Prestar assessoria aos municípios na aplicação e desenvolvimento dos Planos Municipais de Contingências na Enchente é uma das atividades desenvolvidas pela FVS/AM. De acordo com o coordenador, os assessores técnicos começam a visitar os municípios a partir da próxima semana, sendo o primeiro destino Boca do Acre.

Plano de Contingência
O programa articulado pelo Grupo Técnico Operacional de Vigilância em Saúde visa nortear os municípios, em épocas de enchentes ou grandes vazantes, quanto o monitoramento das doenças diarréicas agudas e monitoramento e vigilância de acidentes com animais peçonhentos, qualidade da água para consumo humano, produção, armazenamento e manipulação de alimentos, e das condições sanitárias dos abrigos improvisados.