Publicidade
Amazônia
Cotidiano, desmatamento, Crime Ambiental, Ibama, Operação Soberania, BPAMB

Operação Soberania identifica novo tipo de desmatamento, no Sul do Amazonas

Árvores são cortadas parcialmente, e a ação do vento se encarrega de derrubar os troncos. Por pouco eqiuep do Ibama e Batalhão Ambiental não foram atingidos por uma das árvores 15/06/2012 às 23:03
Show 1
Militar do Batalhão Ambiental observa de perto corte no tronco da árvore
acritica.com Manaus

Uma nova modalidade de desmate na floresta amazônica foi identificada nesta sexta-feira (15), pelo Ibama, durante uma das atividades da Operação Soberania, deflagada em abril, nos municípios localizados no Sul do Amazonas.

A ação consiste no corte parcial dos trocos feitos por moto-serra – aproximadamente dois terços. A queda da árvore, ocorre posteriormente, por meio da ação dos ventos, que se encarregam de tomba-la.

"Esse novo modo operante dos criminosos dificulta o flagrante e a fiscalização, pois a floresta aparenta estar intacta, mas todas as árvores maiores já estão mortas, além de colocar em risco a vida dos agentes da fiscalização, sendo que as árvores caem repentinamente; por pouco hoje (sexta-feira) uma equipe nossa não foi atingida" relatou o tenente Bruno Pereira, do Batalhão de Policiamento Ambiental, da Polícia Militar, que presta apoio às equipes do Ibama.

O trabalho de identificação conta com imagens de satélites atuais, que mostram a evolução da devastação nos imóveis rurais.

"O desmatamento ocorre em quatro fases: na primeira a floresta é desmatada, na segunda é colocado fogo na vegetação morta, na terceira e plantado pasto e na quarta coloca-se gado na área" explicou o oficial.

Ainda nesta sexta-feira, um dos infratores, o pecuarista José Roberto de Carvalho, proprietário de uma área florestal degradada foi multado em aproximadamente R$ 5 milhões e teve todas as atividades sob sua propriedade embargadas pelo Ibama.