Publicidade
Amazônia
Amazônia

'Operação Soberania' no Sul do AM passa a contar com apoio do Batalhão Ambiental da PM

A iniciativa tem por objetivo inibir atividades ilegais envolvendo extração e beneficiamento de madeira, como a fiscalização *in loco* do desmatamento ocorrido nos últimos 12 meses, com base em imagens de satélites 01/06/2012 às 09:59
Show 1
A região abrangida pelas ações compreende as cidades ao longo das rodovias BR-319 e BR-230
acritica.com Manaus

A ‘Operação Soberania’ deflagrada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no Sul do Amazonas em abril deste ano, já apreendeu 3 mil metros cúbicos de madeira extraída de forma ilegal no Sul do Amazonas. E agora conta com o apoio do Batalhão de Ambiental da Polícia Militar do Estado.

A iniciativa tem por objetivo inibir atividades ilegais envolvendo extração e beneficiamento de madeira, como a fiscalização *in loco* do desmatamento ocorrido nos últimos 12 meses, com base em imagens de satélites.

A região abrangida
pelas ações compreende as cidades ao longo das rodovias BR-319 e BR-230 (Humaitá, Manicoré, Lábrea, Boca do acre e Apuí).

"Os trabalhos consistem em identificação dos proprietários de terras que derrubaram floresta recentemente para a aplicação da multa, além de
patrulhamento rural para identificar madeiras escondidas na selva pelos madeireiros" explicou o Tenente Bruno Pereira, do Batalhão Ambiental, disse ainda "o risco de emboscada é muito grande, dado o descontentamento das elites locais com a Operação".

A Operação não tem data para terminar e conta com a participação de Agentes do IBAMA de todo o país, revezando-se em períodos de até 30 dias, e agora apoiados pela Polícia Militar do Amazonas.