Publicidade
Amazônia
Amazônia

PF encontra destroços de carro que pode ser de homens desaparecidos

Portal A CRÍTICA teve acesso exclusivo às fotos que mostram partes de carro encontrado cerca de 2km das margens da rodovia Transamazônica 05/01/2014 às 16:57
Show 1
Destroços do carro encontrados pela PF
Raolin Magalhães (Especial para o Portal A Crítica) Humaitá (AM)

A Polícia Federal está periciando peças do carro encontradas pelos policiais na reserva indígena Tenharim, cerca de 2km das margens da Transamazônica, na sexta-feira (3). Os destroços podem ser o veiculo utilizado pelos três desaparecidos desde o dia 16 de dezembro.

O Portal A CRÍTICA teve acesso, com exclusividade, às fotos que mostram policiais federais carregando os destroços


Além das peças de um carro, os peritos da Policia Federal encontraram outros objetos que contem impressões digitas que serão averiguadas no laboratório em Porto Velho (RO).


De acordo com chefe da operação, as buscas continuam e já existem pistas das pessoas que cometeram o desaparecimento e dos desaparecidos.

“Os trabalhos continuam e só finalizará quando resolvermos o caso”, afirmou o delegado da PF Alexandre Alves.

O desaparecimento

O professor Steff Pinheiro de Souza, o representante comercial Luciano Ferreira Freire e funcionário da Eletrobrás Amazonas Energia Aldeney Ribeiro Salvador estão desaparecidos há 20 dias na reserva indígena Tenharim Marmelo quando iam de Humaitá (AM) rumo ao distrito de Santo Antônio do Matupi, conhecido como km 180 da rodovia Transamazônica, onde trabalhava Aldeney. De lá, seguiriam para o município de Apuí (AM) mas nunca chegaram ao destino. Eles passaram pelo trecho da reserva onde os índios Tenharim cobram pedágio para condutores de veículos transitarem

O sumiço é um mistério para as autoridades policiais que estão há uma semana em busca de pistas que levem ao paradeiro dos homens. 

A força tarefa que realiza os trabalhos de busca é composta por agentes da Polícia Federal (PF) de Rondônia e Acre, Polícia Civil, Polícia Militar do Amazonas, Polícia Rodoviária Federal, Exército Brasileiro e Força Nacional.