Publicidade
Amazônia
Cotidiano, Meio Ambiente, Cheia, Rio Purus, Interior, Lábrea

Prefeitura de Lábrea (AM) decreta estado de alerta no município

Além do decreto relatórios sobre o estado em que se encontra o lugar também foram enviados à Defesa Civil estadual 05/03/2012 às 14:09
Show 1
Águas do Purus continuam a subir e assustam moradores ribeirinhos
Síntia Maciel Manaus

Com boa parte das mais de 120 comunidades rurais de Lábrea afetadas pela cheia do rio Purus, na última sexta-feira (3), a prefeitura decretou estado de alerta no município, de acordo com o chefe de gabinete da Prefeitura de Lábrea, Luzimar Brito e o secretário municipal de Saúde, Raimundo Moura.

Segundo eles, o comunicado estaria publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), desta segunda-feira (5), e encaminhado para o Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec), para que uma equipe do órgão seja deslocada até Lábrea – situada a 703 quilômetros de Manaus -, para avaliar o estado em que se encontra o município.

“A Zona Rural de Lábrea já se encontra bastante comprometida, com casas totalmente alagadas. A previsão é a de que a enchente para este ano seja grande”, informa o secretário Raimundo Moura.

Ainda segundo o secretário municipal de Saúde de Lábrea, os relatórios necessários para que a Defesa Civil seja deslocada até à cidade como o de Notificação Preliminar de Desastres (Nopred) e o de Avaliação de Danos (Avadan) -, também foram preenchidos e enviados para o órgão.

Raimundo Moura estima que mais de 2 mil famílias, distribuídas em aproximadamente 120 comunidades  da zona rural estejam enfrentando dificuldades de locomoção, alojamento, entre outras.  

Nesta segunda-feira, o prefeito do município, Gean Campos de Barros, saiu em visita às comunidades afetadas na área rural. Uma balsa para realizar o transporte das famílias para as áreas onde ainda existem faixas de terra firme foi disponibilizada.

Aguardo
A Defesa Civil informou que até às 13h desta segunda-feira (5), não havia recebido nenhum comunicado de Lábrea, e assim que  o documento foi repassado ao órgão uma equipe técnica será deslocada até o município para avaliar o estado em que as famílias se encontram.