Publicidade
Amazônia
Amazônia

Projeto de monitoramento de carbono recebe ajuda de moradores em Manaus

O projeto CO2 desenvolvido pela Semmas para promover a medição dos estoques de carbono em árvores vai receber ajuda dos moradores da área do igarapé do passarinho, na Zona Norte 29/08/2012 às 08:33
Show 1
O projeto CO2 desenvolvido pela Semmas para promover a medição dos estoques de carbono em árvores vai receber ajuda dos moradores da área do igarapé do passarinho, na Zona Norte
acritica.com Manaus

Os moradores da área situada no entorno do Igarapé do Passarinho, Zona Norte de Manaus, serão chamados, nesta quarta-feira (29), a atuar como parceiros do Projeto CO2 de Monitoramento de Carbono, que está sendo desenvolvido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e pelo Fundo Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (FMDMA), com a finalidade de promover a medição dos estoques de Carbono em árvores plantadas em trechos da margem do igarapé.

O projeto é pioneiro no País e envolve alunos de escolas da rede municipal de ensino situadas nas proximidades do igarapé e na zona rural de Manaus. A ideia é fazer com que os moradores conheçam o projeto e possam ajudar na conservação e proteção das árvores demarcadas para as medições. Além de medir, o projeto também realiza o plantio de novas mudas que passarão a ter o crescimento monitorado.

A ação de sensibilização da comunidade faz parte do conjunto de práticas educativas do projeto. Além do monitoramento do crescimento das árvores, os alunos também fazem a pesagem dos estoques de Carbono existente nos resíduos gerados nas escolas. O projeto é desenvolvido em parceria com o Laboratório de Manejo Florestal do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), responsável pela elaboração dos cálculos de estoque de Carbono. No local, a equipe de educação ambiental vai aplicar um questionário junto aos moradores. Além do questionário, entregarão também folhetos relacionados ao projeto, com informações sobre efeito estufa, mudanças climáticas e aquecimento global.

O trabalho de sensibilização desenvolvido pela Divisão de Educação Ambiental da Semmas acontecerá durante quatro dias (29/08, 30/08, 3/09 e 04/09). A ação acontecerá nos trechos situados entre as ruas Cururepa e Quichuá e as ruas Sabiá e Canarinho, onde estão situadas as escolas municipais Antonio Moraes e Sabá Raposo, respectivamente.