Publicidade
Amazônia
Estímulo ao aprendizado

Projeto propõe assistência integral às crianças ribeirinhas do Estado do Amazonas

A iniciativa ‘PIA’ desenvolvida em parcerias com várias secretarias estaduais vai atuar com as causas da infância 07/05/2016 às 00:34
Show ribeirinhos
O projeto contará, ainda, com do setor privado e redes que atuam na causa (Foto: Divulgação FAS/Bruno Kelly)
Isabelle Valois Manaus (AM)

O Programa Primeira Infância Amazonense (PIA) que tem como objetivo garantir a assistência integral às crianças amazonenses na faixa etária de 0 a 6 anos de idade foi lançado na manhã de sexta-feira (6), no auditório Belarmino Lins, da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), Zona Centro-Sul.

O projeto é desenvolvido em parcerias com várias secretarias estaduais que atuam diretamente com as causas da infância. A parte do projeto piloto foi executada em 2012, por meio do Instituto para o Desenvolvimento Social (Idis), que com o apoio da Fundação Bernard Van Leer, criou a capacitação a ser aplicados diretamente aos agentes comunitários, principalmente os que focam as atividades nas comunidades ribeirinhas.

Conforme a diretora-presidente do Idis, Paula Fabiani, foi constatado em pesquisas que os pais de ribeirinhos não tem estimulado a capacidade da sinapse (conexões dos neurônios) do cérebro de crianças entre 0 a 3 anos e por causa disso, 75% da rede neuro que é formada, tem problemas de aprendizagem.

“Essa estimulação depende de muitos fatores, desde o convívio social, o cuidado com saúde, o cuidado emocional da criança, higienização, educação entre outros. Sem esses elementos, não há o estímulo necessário e por isso, haverá crianças com problemas sociais no futuro”, explicou Paula.

Para que se tenha esta capacitação que foi desenvolvida pelo Idis, os municípios precisam solicitar o processo de capacitação para o a Secretaria Estadual de Saúde (Susam), que coordena o projeto. Para este início, oito municípios se inscreveram para realizar a formação aos agentes comunitários. Alguns dos casos, que não há como realizar a formação presencial, a Universidade Estadual do Amazonas (UEA), irá auxiliar com os mecanismos da capacitação com a formação via vídeo-conferência.

O projeto

A coordenadora estadual de Saúde da Criança da Susam, Katherine Benevides, explicou que a secretaria frisa que o Amazonas já executa ações específicas voltadas para a Primeira Infância. Cita como exemplo o Programa Primeira Infância Ribeirinha (PIR). “Toda criança precisa de um cuidado especial em primeira infância. Mas sabemos que os ribeirinhos tem mais dificuldades de acesso as políticas públicas de saúde, por isso, iniciamos o focos em serviços direcionados a eles, e este programa irá se agregar a essas atividades”, disse. 

O PIA é pioneiro na região Norte e o e o segundo do Brasil. O projeto faz parte da Política Estadual de Promoção e Desenvolvimento da Primeira Infância e será coordenado pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), em conjunto com as Secretarias de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) e da Assistência Social e Cidadania (Seas).