Publicidade
Amazônia
Amazônia

Seminário de segurança vai discutir sustentabilidade

Seminário Internacional trará especialistas brasileiros e dos países vizinhos para tratar de temas comuns na região 29/08/2012 às 07:45
Show 1
Meio ambiente e o esquema de segurança nas fronteiras montado pelo Exército será tema de palestra do Comandante Militar da Amazônia, Eduardo Villas Boas
FLORÊNCIO MESQUITA Manaus

A pressão sobre as fronteiras da Amazônia por conta do tráfico de drogas e de pessoas, além do contrabando e roubo de riquezas naturais serão discutidos nesta quarta-feira (29) no 2º Seminário Internacional de Segurança da Amazônia (Sisam), no Tropical Hotel, em Manaus. O evento vai até a próxima sexta-feira com o tema “Segurança para uma Amazônia Sustentável”.

Apesar do seminário ser focado na segurança, o desmatamento e a utilização ilegal de recursos naturais também estão na pauta de discussões. Segundo a organização, a iniciativa também tem o intuito de integrar a segurança pública a sustentabilidade na Amazônia. Entre os convidados que falarão sobre os temas estão representantes do Peru, Colômbia, Amazonas, Rio de Janeiro, Acre e Pará.

O seminário é promovido pela Associação de Delegados de Polícia do Amazonas (Adepol-AM) e reúne secretários de Segurança Pública, delegados, militares, ex-prefeitos de países amazônicos, além de estudiosos para discutir projetos que visam ampliar a segurança na Amazônia.

O governador do Amazonas, Omar Aziz, fará a abertura do seminário apresentando os projetos do Estado. Depois, o coordenador do programa Ronda no Bairro, tenente-coronel, Amadeu Soares, irá expor índices de redução de violência e criminalidade nas áreas onde o programa já foi implantado. Conforme a organização do Sisam, a ideia da apresentação é fazer com que o programa sirva de exemplo pelos demais países amazônicos.

Fronteiras

O Comandante Militar da Amazônia (CMA),  Eduardo Vilas Boas, fará a palestra inicial do primeiro dia de debates apresentando as ações de segurança voltadas para a proteção das fronteiras amazônicas. Entre as pontos que compõem a exposição de Vilas Boas estão ações realizadas em Tabatinga com parceria da Força Nacional de Segurança e países que compõem a tríplice fronteira Colômbia, Brasil e Peru.

Em seguida, os programas implantados na Colômbia para reduzir a criminalidade e a violência serão apresentados pelo comandante da Polícia Nacional da Colômbia, tenente coronel Nécton Borja.  O secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM),  Paulo Roberto Vital, encerra a primeira manhã de seminários falando sobre a “Sustentabilidade como um problema de segurança”.