Publicidade
Amazônia
Amazônia

Três mil famílias de Tefé (AM) são obrigadas a sair de área invadida durante cheia

O proprietário do local recorreu na justiça, e ganhou o direito a reintegração do terreno localizado na Colônia Ventura  25/05/2012 às 16:37
Show 1
Áreas alagadas no Município de Tefé, AM
acritica.com Manaus

Um grupo de quase 3 mil famílias do município de Tefé (a 520 quilômetros da capital) está prestes a ser expulso de uma área ao qual foram obrigados a ocupar por conta da cheia dos rios. A denuncia foi feita por um grupo de moradores da chamada Colônia Ventura, nesta sexta-feira (25).

O morador Pedro Cardoso de Souza explicou que a ocupação da terra que mede 500 metros de frente e 500 de comprimento, foi a única alternativa encontrada pela população ribeirinha para “fugir’ da cheia. Ele afirmou que a terra é improdutiva, e estava abandonada, servindo apenas para especulações financeiras.

De acordo com Pedro Souza, um homem chamado Paulo de Oliveira se identificou como proprietário do local e ganhou na justiça o direito de reintegração de posse. A decisão teria saído nessa quinta-feira (24), sob a chancela do juiz da cidade Dr Cid da Veiga Soares Júnior.

“Queremos uma reposta do poder público, não temos para onde ir, a situação de calamidade”, reclamou.

Um outro morador que se diz prejudicado com a decisão, ressalta que somente após uma manifestação realizada na manhã desta sexta, o prefeito da cidade Jucimar de Oliveira Veloso se reuniu com os moradores. “Somente depois da decisão estabelecida ele veio conversar conosco, ele nos propôs pela nossa saída a disponibilização de outra área, além de distribuir a 30 famílias telhas para ajudar a construir as casas”, destacou o Pastor Assis.

A reportagem tentou contato com o prefeito Jucimar Veloso, e com o juiz Cid Júnior, mas até a finalização da matéria não teve êxito.