Publicidade
Amazônia
Amazônia

Workshop no Inpa debate as adaptações de organismos aquáticos da Amazônia

O evento debaterá, em três dias de atividades, temas que abordam desde os peixes da Amazônia e as mudanças climáticas, até a questão das análises de expressão genética em peixes de diferentes ambientes da Amazônia 02/04/2012 às 09:52
Show 1
A morte de peixes no Lago dos Reis, em Careiro da Várzea, é um dos reflexos das mudanças climáticas
acritica.com ---

Entre os dias 02 e 04 de abril, o Auditório da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) recebe o IV workshop ADAPTA, realizado pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia - Centro de Estudos de Adaptações da Biota Aquática da Amazônia (INCT/Adapta-Amazônia).

O evento debaterá, em três dias de atividades, temas que abordam desde os peixes da Amazônia e as mudanças climáticas, até a questão das análises de expressão genética em peixes de diferentes ambientes da Amazônia.

O Workshop reunirá pesquisadores de vários estados do país e também do exterior. A abertura, que acontece na segunda-feira (02) às 8h30, terá inicialmente a palavra dos coordenadores e autoridades presentes e, posteriormente, contará com a palestra de abertura, intitulada “The Unusual Osmo-Respiratory Compromise in The Amazonian Oscar”, ministrada pelo professor do Departamento de Biologia da McMaster University (Canadá), Chistopher Wood.

O evento conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) e Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), e o patrocínio da Prisma Técnica Química e Científica Ltda, Applied Biosystems e Biotec Controle Ambiental LTDA.

Mais de 30 pesquisadores participarão das atividades que contarão com diversas palestras, painéis e exposição de pôsteres.

Adapta

O Adapta representa um conjunto de atividades de Biologia Aplicada e tem como proposta buscar um novo momento no estudo das adaptações de organismos aquáticos da Amazônia por meio da incorporação de novos equipamentos, da estruturação de um serviço de bioinformática, da capacitação de pessoal em todos os níveis além da produção de livros paradidáticos  sobre os estudos.