Publicidade
Manaus Hoje
TRÁFICO

Chefe do tráfico no ‘bairro da União’ usava RG falso para esconder que era foragido

Sued da Cunha Muniz, 38, foi condenado a 24 anos de prisão na Justiça de Rio Grande do Norte, mas ele usava documento falso para não revelar a identidade. Agora, ele foi preso em Manaus 16/05/2018 às 10:26 - Atualizado em 16/05/2018 às 10:31
Show a60b4e6e 1efe 4763 918a 227832027f2b
Foto: Jander Robson
acritica.com

Sued da Cunha Muniz, 38, apontado pela Polícia Civil do Amazonas como o mais recente chefe do tráfico de drogas na comunidade União, o “bairro da União”, no bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus, foi preso nessa segunda-feira (14). Ele é foragido da Justiça de Rio Grande do Norte.

Segundo a Polícia Civil, Sued foi capturado na noite de segunda (14), por volta das 22h30, em via pública, na rua 26 do bairro Parque Dez de Novembro. Ele não resistiu à prisão e com ele não foram encontradas armas ou entorpecentes.

Ao ser preso, entretanto, segundo o delegado Guilherme Torres, diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Sued apresentou um documento de identidade falso. Ele deu outro nome aos policiais para enganar e esconder a real identidade.

Porém, após verificações ao Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), os policiais do DRCO constataram a falsificação do Registro Geral de Sued e descobriram que o mesmo estava foragido do Rio Grande do Norte, onde foi condenado a 24 anos e sete meses de prisão em regime fechado por roubo majorado e formação de quadrilha.

Desde que veio se refugiar no Amazonas, Sued voltou ao mundo do crime. Mais recentemente, com a prisão do antigo chefe do tráfico no “bairro da União”, Marco Aurélio de Moraes Pinheiro Júnior, o “Júnior Peruano”, ocorrida mês passado, Sued passou assumir o comando da comercialização de entorpecentes naquela região.

A prisão dele contou com apoio de policiais da Secretaria-Executiva-Adjunta de Operações Integradas (Seaop), além de policiais militares lotados na 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Agora, a Polícia Civil do Amazonas vai entrar em contato com a Polícia Civil do Rio Grande do Norte para transferir Sued ao sistema prisional do estado nordestino.

*Colaborou a repórter Larissa Golvin

Publicidade
Publicidade