Publicidade
Manaus Hoje
HOMICÍDIO

Detento filho de policial civil é morto com dois tiros na cabeça no São José, em Manaus

Segundo a Polícia Civil, Rhamon, 29, era envolvido com o mundo do crime e estava cumprindo pena fora da cadeia com uso de tornozeleira eletrônica 09/04/2018 às 14:20 - Atualizado em 09/04/2018 às 14:22
Show d8313cc1 f949 4d20 8fae 421695d5bacf
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

Um detento do regime semiaberto, filho de um policial civil, identificado como Rhamon da Silva Souto Maior, de 29 anos, foi assassinado com dois tiros na cabeça da noite desse domingo (8), em Manaus, na rua Rio Branco, antiga Rio Curiau, bairro São José, Zona Leste da cidade. O crime aconteceu por volta das 20h30.

Segundo a Polícia Civil, Rhamon era envolvido com o mundo do crime e estava cumprindo pena fora da cadeia com uso de tornozeleira eletrônica. Ele estava em via pública quando dois homens desconhecidos se aproximaram e atiraram nele. Em seguida, os assassinos fugiram em rumo desconhecido. A vítima veio a óbito ainda no local.

Populares disseram que Rhamon estava bêbado quando foi alvejado. “Ele aparentava estar bêbado. Aí os homens atiraram nele e depois correram, lá na esquina tinha um carro esperando por eles. Entraram e foram embora”, disse um morador que pediu para o nome não ser revelado. O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros. Até agora ninguém foi preso.

Publicidade
Publicidade