Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Dupla é presa com armas de fogo, munições e drogas no bairro Mauazinho, em Manaus

Davi dos Santos, 21, e Hermely Gonçalves, 30, foram denunciados por outro homem já preso por tráfico de drogas 12/04/2018 às 10:40 - Atualizado em 12/04/2018 às 10:41
Show 76304a22 9efa 453b b64e 5bd8ce8f1e49
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

Davi dos Santos Dias, 21, e Hermely Gonçalves da Silva, 30, foram presos por estarem portando armas de fogo de uso restrito na tarde dessa quarta-feira (11), na rua Costa Rica, beco União, no bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus.

O delegado Henrique Brasil, titular do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), contou que as investigações iniciaram desde quando a polícia tinha prendido Aldinei da Silva e Silva, vulgo “Tom”. Ele contou em depoimento o local onde armazenava as drogas.

Após as informações repassadas pelo “Tom”, os policiais civis fizeram uma campana no local indicado e avistaram Davi em atitude suspeita. Eles fizeram abordagem a pé e encontraram com Davi dois revólveres de calibre 38, uma bolsa contendo 46 trouxinhas de cocaína, 32 trouxinhas de oxi, uma porção de maconha do tipo skunk, uma arma de ar comprimido, 14 munições de calibre 38 e uma de calibre 35. Ainda conforme a polícia, Davi teria dito que a venda drogas era feita também por um homem identificado como “Manuel José”.

Os policiais foram até o endereço do Manuel e foram recebidos por Hermely, que a princípio negou qualquer envolvimento em crimes, mas acabou confessando e permitindo a entrada da polícia na residência, onde foi apreendida uma espingarda calibre 22 e uma motocicleta Honda, modelo CG de cor preta e placa OAG-9813.

Os dois suspeitos foram conduzidos ao 12º DIP e, durante consulta no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), houve a constatação de que Davi já possui passagem pela polícia pelo crime de roubo majorado. Ambos foram autuados em flagrante por porte ilegal e arma de fogo de uso restrito. Ainda hoje eles serão encaminhados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis.

Publicidade
Publicidade