Publicidade
Manaus Hoje
FRENTE À FAMÍLIA

Estudante é morto e padrasto baleado ao reagirem a assalto na frente da família

As vítimas retornavam do trabalho quando foram abordadas na rua. “Vi meu marido no chão. Quando olhei para o outro lado, vi meu filho”, disse a mãe 17/10/2017 às 10:38 - Atualizado em 17/10/2017 às 14:23
Show 74
Foto: Jander Robson
Dani Brito Manaus (AM)

O estudante de 17 anos Nicolas Andreo Souza do Carmo foi morto a tiros e o padrasto dele, Manoel Gerônimo Eziderio Neves, 47, foi baleado no rosto durante um assalto ocorrido na noite desta segunda-feira (16), em Manaus, na rua Urucara, comunidade Nova Conquista, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus. Os bandidos levaram uma motocicleta de Manoel, uma Honda Titan de cor vermelha e placa PHG-8983.

Segundo a polícia, as vítimas estavam retornando do trabalho quando foram abordadas em via pública pelos assaltantes, que estavam em uma motocicleta de características não informadas. Durante a abordagem dos criminosos, o padrasto Manoel teria reagido e travado luta corporal com um dos infratores. Na ocasião, Nicolas também começou a brigar com o outro envolvido. Ambas as vítimas acabaram alvejadas com disparos de arma de fogo.

De acordo com o pai de Nicolas, Nilton do Carmo, 42, na hora do crime as vítimas estavam de capacete e não foram reconhecidas pelos vizinhos, que assistiram ao latrocínio. Nem mesmo a mãe do adolescente reconheceu que o caso envolvia o filho e esposo dela. “Eu vi o assalto e ainda falei para o meu irmão não ir lá porque poderia se machucar. Depois dos tiros nós nos aproximamos e eu vi meu marido no chão. Quando olhei para o outro lado da rua, vi meu filho”, disse a mãe do estudante, Eliane Souza.

As vítimas foram socorridas por vizinhos e levadas ao Hospital e Pronto Socorro Dr. Platão Araújo, porém, por volta das 20h50 o adolescente não resistiu e morreu. Já o padrasto dele foi transferido para o Hospital e Pronto Socorro Dr. João Lúcio e segue internado em estado grave de saúde.

O crime foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde deverá ser investigado. Até o momento nenhum dos envolvidos do crime foi identificado e preso pela polícia. O velório do estudante de 17 anos Nicolas Andreo Souza do Carmo aconteceu na manhã de hoje e foi acompanhado por familiares e amigos.