Publicidade
Manaus Hoje
TRÁFICO DE DROGAS

Bando preso em Manaus organizava a venda de drogas através de grupo de WhatsApp

Segundo a polícia, no app de mensagens eles mantinham “funcionários” e clientes e postavam informações sobre o comércio de drogas 05/10/2017 às 18:13 - Atualizado em 05/10/2017 às 18:17
Show 0a13d774 f1e8 49f2 8ba2 2ad728a3f626
Foto: Divulgação/Polícia Civil
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Seis homens foram presos e dois adolescentes apreendidos pela Polícia Civil, em Manaus, como suspeitos de tráfico de drogas no conjunto Parque das Nações, bairro Flores, na Zona Centro-Sul da capital. Segundo a polícia, eles organizavam a venda dos entorpecentes através de um grupo no aplicativo de mensagens WhatsApp. No app, eles mantinham “funcionários” e clientes e postavam informações sobre o comércio de drogas.

De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular da 5ª Seccional Centro-Sul, eles foram presos na rua Albânia, no Parque das Nações. Durante a captura deles, foram apreendidos aproximadamente três quilos de entorpecentes, entre maconha skunk e oxi, além de uma motocicleta modelo CG, de cor preta e placa PHM-5817. O líder do grupo foi apontado pela polícia como sendo o deficiente físico Diego Borges, o “Saci”, 28.

Os outros integrantes presos são Alessandro de Souza, 20, Alisson Medeiros, 29, Andrew Patrick da Silva, 19, Erismar Souza das Neves, 41, João Victor Alves, 18, e os dois adolescentes de 17 anos. Todos foram capturados após denúncias anônimas. Segundo o delegado, os policiais foram ao local denunciado e abordaram um deles em via pública com uma pequena porção de droga. Ao ser indagado sobre a procedência do material, ele informou uma casa naquela rua.

Então, a equipe policial foi até a residência informada, onde encontrou os outros cinco homens e os dois adolescentes. Durante as investigações, os policiais identificaram que o bando mantinha um grupo no aplicativo de mensagens WhatsApp com “funcionários” e clientes. No grupo, chamado “Família das Nações”, eles organizavam a venda dos entorpecentes e postavam informações como pontos de comércio e funções de cada membro do grupo.

Alessandro, Alisson, Andrew, Diego, Erismar e João foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico de drogas e corrupção de menores. Todos deverão ser levados para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, em Manaus. Já os adolescentes serão ouvidos e encaminhados à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde serão adotados os trâmites legais.