Publicidade
Manaus Hoje
POLÍCIA

Homem é preso por matar avô ao tentar roubar dinheiro de venda de casa

Crime ocorreu nesta sexta-feira (1º) em Manacapuru. Segundo a polícia, suspeito contou com a ajuda de dois comparsas que estão foragidos 01/12/2017 às 17:26
Show francisco
Foto: Divulgação
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um homem identificado como Francisco da Encarnação Barroso, de 26 anos, foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira (1º) por envolvimento no latrocínio do avô de criação, um idoso de 75 anos. A motivação seria uma quantia de R$ 45 mil, referente à venda de uma casa.

De acordo com delegado titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, Rodrigo Torres, o crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira, por volta das 5h, na residência da vítima, Vitor Rodrigo Cabrero, na rua Doutor Francisco, bairro Vale Verde, em Manacapuru. Na ocasião, Francisco e outros dois comparsas executaram o crime.  

As investigações apontaram que a intenção de Francisco era roubar o dinheiro do avô e achava que a quantia estava guardada na residência. A avó, que não teve o nome revelado, revelou para polícia que viu Francisco e outro homem cometendo o crime.

“Francisco sabia que o idoso havia vendido uma casa há poucos dias e planejou o roubo. Na noite de ontem, o rapaz foi até a casa da vítima tentar conseguir algum dinheiro com o avô de criação, mas acabou tendo o pedido recusado. Então Francisco e os outros dois elementos aguardaram o idoso em frente ao imóvel e na manhã de hoje anunciaram o roubo. Durante a ação criminosa Vitor foi atingido por três disparos de arma de fogo, efetuados pelo trio”, explicou Torres.

O delegado titular da DIP de Manacapuru destacou que após o crime os infratores empreenderam fuga. O idoso ainda foi socorrido com vida e foi trazido a Manaus para receber atendimento médico, onde veio a óbito. As investigações em torno do caso irão continuar a fim de prender os demais envolvidos no delito.

Francisco foi autuado em flagrante por latrocínio. Ele já tinha quatro passagens por furto. O infrator ficará à disposição da Justiça na carceragem da delegacia de Manacapuru, que funciona como unidade prisional naquele município.