Publicidade
Manaus Hoje
HOMICÍDIO

Homem é preso suspeito de matar namorado e ex-chefe a facadas em Manaus

A vítima, de 49 anos, era proprietária de um frigorífico e o suspeito do crime, de 26 anos, trabalhava como funcionário no estabelecimento 16/05/2018 às 12:02 - Atualizado em 16/05/2018 às 12:06
Show d7da2b26 43a2 4fc4 a950 1f360c80ac73
Foto: Jander Robson
Larissa Golvin Manaus (AM)

Rafael Leão Borges, de 26 anos, foi preso pela Polícia Civil do Amazonas, em Manaus, como suspeito de matar a facadas o namorado e ex-chefe dele, o comerciante Adalberto Tavares da Silva, de 49 anos, na noite de 16 de dezembro de 2017, na casa da vítima, no bairro Cidade de Deus, Zona Norte. A vítima era proprietária de um frigorífico e o suspeito trabalhava como funcionário no estabelecimento.

A prisão de Rafael ocorreu ontem, terça-feira (15), após quatro meses de investigações e durante cumprimento de mandado de prisão. Segundo o delegado Jeff David Mac Donald, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o suspeito estava na casa do irmão dele, na rua do Fuxico, bairro Tancredo Neves, Zona Leste.

Na ocasião do crime, conforme o delegado, Rafael e a vítima discutiam. Segundo informações do delegado Jeff Mac Donald, vizinhos relataram terem ouvido pedidos de socorro vindos da residência da vítima naquela noite, mas foram informados que seria um desentendimento de família. Minutos depois, o carro da vítima foi visto saindo da garagem da casa. A vizinhança chamou a polícia e o comerciante foi encontrado morto, com perfurações de arma branca no corpo.

Segundo o delegado Jeff David Mac Donald, Rafael e a vítima, Adalberto, mantinham um relacionamento amoroso. O suspeito, inclusive, era funcionário do frigorífico que Adalberto possuía. Em depoimento, Rafael negou todas as acusações. O motivo do crime ainda é desconhecido pela Polícia Civil.

Agora, Rafael foi indiciado por homicídio qualificado e deverá ser encaminhado parado Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficará à disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade