Publicidade
Manaus Hoje
EXECUÇÃO

Irmão de pistoleiro da FDN é executado com cinco tiros na Colônia Oliveira Machado

Sérgio Cordovas, 50, já havia sido preso por tráfico de drogas em 2012. Ele era irmão de Vainer “Pepê”, integrante da FDN e morto em abril do ano passado 06/05/2018 às 15:01 - Atualizado em 06/05/2018 às 16:20
Show mh0407 201 p01
Foto: Jander Robson
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Sérgio Cordovas Magalhães, de 50 anos, foi executado com cinco tiros no início da noite desse sábado (5) na rua Misericórdia, bairro Colônia Oliveira Machado, Zona Sul de Manaus. Ele era irmão de Vainer Matos Magalhães, o “Pepê”, pistoleiro da facção criminosa Família do Norte (FDN) e morto em abril de 2017.

De acordo com informações da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Sérgio estava em uma lanchonete quando um homem encapuzado surgiu e efetuou os disparos nele. Em seguida, o pistoleiro entrou em um carro não identificado e fugiu com ajuda de um comparsa. O crime pode estar relacionado com o tráfico de drogas.

Sérgio já havia sido preso em flagrante por tráfico de drogas no ano de 2012. Na época, ele foi abordado por policiais civis da Delegacia Especializada em Prevenção e Repreensão a Entorpecente (Depre). A reportagem tentou falar com familiares, mas nenhum deles quis comentar a respeito da morte de Sérgio. Consta no Instituto Médico Legal que ele atualmente trabalhava como comerciante.  

Irmão de matador

O irmão de Sérgio, o Vainer “Pepê”, era conhecido por ser pistoleiro e um dos gerentes da FDN. Ele também era alvo do Departamento de Repreensão ao Crime Organizado (DRCO). Segundo a Polícia Civil, “Pepê”, trabalhava para as lideranças da facção “Zé Roberto da Compensa” e “João Branco”.

Em abril do ano passado, “Pepê” foi executado dentro de um carro de luxo em Fortaleza, Ceará. Cerca de 40 tiros foram disparados contra o veículo. Dentro do veículo havia uma mulher, que possivelmente seria uma dançarina de uma banda de forró conhecida na cidade. “Pepê” também era conhecido por fazer cirurgias plásticas no rosto.

Publicidade
Publicidade