Publicidade
Manaus Hoje
AGRESSÕES

Mulher é torturada por dez homens ao tentar salvar filho de amiga de agressões

Eles arrastaram a vítima para uma área deserta, cortaram os cabelos dela, braços e pernas. Caso aconteceu no dia do aniversário dela, no Viver Melhor 11/01/2018 às 12:24 - Atualizado em 11/01/2018 às 13:53
Show 34da263d a293 4c6b 86d0 a484ea9f8130
Foto: Jander Robson
Édria Caroline Manaus (AM)

Uma mulher de 28 anos quase morreu nas mãos de dez homens ao ser torturada na noite dessa quarta-feira (10) no conjunto Viver Melhor, no bairro Lagoa Azul, Zona Norte de Manaus. Ela tentava salvar o filho de uma amiga de ser agredido, mas foi arrastada para uma área deserta, teve os cabelos cortados e o braço quebrado. Um homem suspeito do crime foi preso em flagrante.

A vítima contou à reportagem que estava dentro do apartamento dela iniciando as comemorações de seu aniversário, quando pessoas na rua chamaram o garoto. “Foram lá na minha casa chamar ele e ele disse que estava com medo e pediu pra eu ir com ele”, contou. A vítima afirmou que dez homens levaram o rapaz para uma área de mata atrás da quadra 9 do Viver Melhor. Eles amarraram o rapaz e começaram a agredi-lo.

Segundo a vítima, uma viatura da polícia passou pelo local no momento da agressão, fazendo com que os agressores dispersassem. Ela desamarrou o garoto, mas não conseguiu fugir e foi pega no lugar dele. “Eles me amarram, me bateram muito, que até quebraram meu braço e cortaram meu cabelo com uma faca”, disse.

Policiais da 26ª Cicom, que atenderam a ocorrência, disseram que receberam um chamado por volta das 20h da noite de ontem. As informações davam conta de que uma mulher amarrada e levada para um matagal. Uma equipe foi deslocada e, após buscas, foram encontrados pedaços do cabelo da mulher pelo chão. Ao chegarem ao local, os suspeitos já haviam fugido.

A vítima foi socorrida e, quando estava a caminho do Hospital Delphina Aziz, reconheceu Caio César Colares Pinto, de 21 anos, que estava em via pública, como um dos autores da agressão. Ele foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e encaminhado ao 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde o caso está registrado.

Publicidade
Publicidade